Buscar

18 PMs investigados voltam ao trabalho em São Leopoldo


Imagem: divulgação/ BM.

A Corregedoria-Geral da Brigada Militar deverá concluir em cerca de 20 dias o inquérito que apura supostos crimes praticados por policiais lotados no 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM), de São Leopoldo. Recentemente, o órgão pediu a desagregação de 18, dos 20 investigados, que tinham sido afastados de suas funções na madrugada do dia 19 de março. Com isso, segundo o corregedor-geral, o tenente-coronel Vladimir Luís Silva da Rosa, os desagregados podem voltar ao trabalho no batalhão. Já os outros dois seguem afastados até a conclusão das investigações.


Os 20 brigadanos são investigados por suposto envolvimento com jogos de azar e prevaricação, quando o servidor público retarda ou deixa de praticar sua função por interesse pessoal. Na data da operação da Corregedoria, que resultou no afastamento dos policiais, o coronel comentou que a medida havia sido uma "ação necessária". Um policial chegou a ser preso no presídio militar no início das investigações, mas já está solto."A investigação vem se desenvolvendo há tempo e é fruto de um trabalho qualificado”, disse na época o corregedor-geral.


Nesta segunda-feira (25), os 18 policiais retornaram ao 25º BPM. “Mas ainda estamos analisando onde eles vão trabalhar”, pontuou o comandante do 25ª BPM, o major Alexsandro do Nascimento Goi



0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png