top of page
Buscar

Mais de 80 pontos estão próprios para banho no RS, aponta relatório da Fepam


Imagem: reprodução/ RBS TV.

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou, nesta sexta-feira (22), o segundo boletim do projeto Balneabilidade da temporada 2023/2024. Dos 90 pontos analisados no estado, 81 estão próprios para banho e nove apresentam condição imprópria. Veja quais são:


  • Alegrete: Balneário Caverá - Arroio Caverá;

  • Barra do Ribeiro: Praia Recanto das Mulatas - Lago Guaíba;

  • Cerrito: Balneário Cerrito - Rio Piratini;

  • Pedro Osório: Balneário Pedro Osório - Rio Piratini;

  • Pelotas (2 pontos): Valverde Av. Senador Joaquim A. de Assunção | Valverde - Trapiche;

  • Santa Maria: Balneário Passo do Verde - Rio Vacacaí;

  • São Jerônimo: Praia do Encontro - Rio Jacuí;

  • Tapes: Balneário Rebelo.


Saíram da lista de pontos impróprios, nesta semana, as cidades de Jaguari e Rosário do Sul, além de dois pontos em Pelotas. Por conta da enchente, não foi possível fazer coleta em Dom Pedrito. Neste caso, a recomendação é que os banhistas evitem o balneário Passo Real.


Para a classificação das águas como própria ou imprópria, utilizam-se parâmetros de Escherichia coli (E.coli) definidos pelas resoluções Conama nº 274/2000 e nº 357/2005. Nos balneários de Pelotas, Tapes e na Lagoa do Peixoto, em Osório, também são consideradas as cianobactérias.


O resultado está condicionado a cinco semanas de monitoramento. Se, ao longo desse período, duas ou mais amostras do conjunto apresentarem resultado superior a 800 para E.coli ou, ainda, se a amostra mais recente das cinco avaliadas apresentar resultado maior que 2.000 para E.coli, o ponto será classificado como impróprio. O mesmo ocorre se a contagem de cianobactérias extrapolar 50.000 células.


Durante o verão, os avisos de local próprio ou impróprio para banho estarão em destaque em placas informativas fixadas nos pontos de coleta de água. Os veranistas também poderão consultar os resultados das análises no web aplicativo Balneabilidade.


As coletas em água salgada no Litoral Norte e respectivas análises são feitas pela Fepam, por meio da Gerência Regional do Litoral Norte Sema-Fepam (Gerlit) e da Divisão de Laboratórios (Dilab). O projeto é coordenado pelo Departamento de Qualidade Ambiental (DQA). Já os demais pontos são monitorados com apoio da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e do Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep).


Recomendações aos banhistas:


  • Entre na água apenas em local com condição própria para banho;

  • Evite tomar banho, nas primeiras 24 horas após chuvas intensas, em saídas de córregos ou rios que afluem nas praias, pois as águas podem estar contaminadas por esgotos domésticos;

  • Não tome banho em locais com concentração de algas, pois podem conter toxinas prejudiciais à saúde.


Fonte: Fepam

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page