Ação em Canoas visa ao enfrentamento à violência doméstica


Diversos serviços estarão disponíveis para as mulheres na quinta-feira (19) | Foto: Alisson Moura

A Prefeitura de Canoas, a Polícia Civil e o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul promovem na próxima quinta-feira (19), das 10 às 17h, uma ação de cuidado humanizado para as mulheres em alusão ao “Agosto Lilás”, que é uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar, no mês comemorativo do aniversário da Lei Maria da Penha.


Diversos serviços estarão disponíveis para as mulheres. O evento acontecerá na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), Rua Humaitá, 1130, no bairro Nossa Senhora das Graças. O objetivo da iniciativa é intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento e os mecanismos de denúncia existentes.


Para a delegada Tatiane Bastos, que está temporariamente à frente da DEAM, com ações intersetoriais e um conjunto de estratégias, a iniciativa objetiva dar conhecimento e visibilidade à Lei Maria da Penha. “Além disso, temos ações de empoderamento feminino e de prevenção e repressão no enfrentamento à violência doméstica contra as mulheres”, comenta.


Pela Prefeitura, estão envolvidas as secretarias de Segurança Pública e da Saúde, e a Coordenadoria de Mulheres. De acordo com o secretário delegado Emerson Wendt, o enfrentamento à violência exige ações articuladas e, sobretudo, de prevenção. “O trabalho integrado entre a Segurança Pública e as forças policiais que atuam no município não deve ser apenas ostensivo, mas também em ações preventivas, de conscientização e de acolhimento”, afirma.


“Trabalhamos em diversas frentes no enfrentamento à violência doméstica em Canoas e temos umas das redes de acolhimento mais completas do Rio Grande do Sul. Por isso, precisamos divulgar e mostrar para as mulheres que elas têm ajuda e apoio no município”, ressalta a secretária da Coordenadoria das Mulheres, Vani Piovesan.


Confira todos os serviços:


- Polícia Civil: registro de ocorrências, oitivas e encaminhamentos de polícia judiciária;

- Ministério Público: consulta acerca dos processos de violência doméstica instaurados;

- Plantão Psicológico: Alívio do sofrimento e minimização dos efeitos traumáticos da violência; Plantão Social: Orientação sobre recursos sociais e econômicos;

- Plantão Jurídico: Informação referente a direitos da mulher;

- Prefeitura de Canoas: Atendimento jurídico e social, via CRM e Casa Abrigo; Conselho Municipal da Mulher; Promotoras Legais Populares; Conselho Tutelar;

- MACA - Projeto de Roupas do Bem (Brechó Móvel);

- Oficina Boneca Abayomi com artesã;

- PICS/Práticas Integrativas e Complementares de Saúde: ações de cuidado transversais que utilizam recursos terapêuticos complementares aos tradicionais, voltados para prevenção e cuidado paliativo de doenças.

- Esmaltação e maquiagem: mudança da imagem.

- SMS/Testagem Rápida - A ideia do projeto é ampliar a prevenção e diagnosticar precocemente as infecções sexualmente transmissíveis, além de aumentar o encaminhamento para tratamento.

- Barras de Access: expansão de consciência e diminuição dos sintomas de stress, depressão e ansiedade, além de melhorar a qualidade do sono e desbloquear crenças limitantes.

- Musicoterapia/Projeto Handpan for Peace: utilização da música para difusão da cultura de paz e promoção de saúde.

- Reiki: promove o equilíbrio energético, ao desfazer bloqueios, eliminar toxinas e equilibrar o pleno funcionamento celular.

- A Coordenadoria das Diversidades e Comunidades Tradicionais participará com distribuição de preservativos e orientações sobre Retificação de Nome.


Fonte: PMC

0 comentário