top of page
Buscar

Acadêmicos Verde e Rosa é campeã do Carnaval 2024 de São Leopoldo


Imagem: Adil Lima/ Start Comunicação.

A campeã do Carnaval 2024 de São Leopoldo foi conhecida na tarde deste domingo (3), horas após o desfile das escolas de samba na Passarela do Samba Tom Astral, que se encerrou por volta das 7h da manhã. Com 219,3 pontos, a escola de samba Acadêmicos Verde e Rosa venceu a disputa. Cinco das seis agremiações foram avaliadas em 11 quesitos por 33 jurados, na seguinte ordem: Bateria, Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Tema Enredo, Harmonia musical (carro de som), Alegorias e adereços, Evolução, Casal de passistas, Porta-Estandarte, Fantasia e Comissão de frente. A menor nota de cada quesito foi descartada.


A Império do Sol, por disputar o Carnaval de Porto Alegre, não concorre ao título leopoldense. Na Capital, a Majestosa do Vale foi a campeã do Grupo Prata e ascendeu ao Grupo Ouro para o Carnaval 2025.


Com o tema "São Leopoldo em Verde e Rosa, nas águas da miscigenação”, a escola mesclou as homenagens ao Bicentenário da cidade, mas também exaltando em sua letra as religiões de matriz africana, também muito importante na construção cultural de São Leopoldo.


Antes da apuração, as escolas de samba e a coordenação do Carnaval de São Leopoldo estiveram reunidas para tratar sobre recursos impetrados em relação ao descumprimento de artigos do regulamento.


Conforme o coordenador do Carnaval, Edy Dutra, a Estação Primeira de São Léo foi penalizada em 5 pontos por fazer propaganda política durante o desfile ao utilizar o logo da Prefeitura de São Leopoldo alusivo ao Bicentenário. A decisão da perda de pontos foi votada pelos presidentes das agremiações leopoldenses.


Procurada pela reportagem da Start Comunicação, a Estação Primeira de São Léo se manisfestou por mensagem de texto. "Alegaram que usamos a logomarca do Bicentenário como propaganda político-partidária da Prefeitura de São Leopoldo, quando na verdade a logomarca é do Comitê do Bicentenário. O secretário de Cultura, Marcel Frison, esclareceu que não foi propaganda político-partidária e e que a logomarca é do Comitê do Bicentenário, mas não adiantou. As escolas que notificaram a Estação ignoraram a posição da Secult e penalizaram a Estação em 5 pontos", diz a mensagem encaminhada à reportagem.


Confira o resultado:


  • Acadêmicos Verde e Rosa – 219,3 pontos;

  • Imperadores do Sul – 219,1 pontos;

  • Leões da Feitoria – 218,1 pontos;

  • Alambique Leopoldense - 217,1 pontos;

  • Estação Primeira de São Léo - 214,8 pontos.


Guilbert Trendt, da Redação Start

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page