top of page
Buscar

Acadêmicos Verde e Rosa celebra a miscigenação e a diversidade em seu desfile de Carnaval

Atualizado: 1 de mar.

Com o propósito de trazer muita alegria, descontração e samba no pé, a Acadêmicos Verde e Rosa prepara uma grande festa na Passarela do Samba Tom Astral, neste sábado (2). Ao todo, estão previstas 11 alas, duas alegorias, um tripé e 350 componentes em seu desfile.


Com seu samba enredo “São Leopoldo em Verde e Rosa, nas águas da miscigenação”, a escola mescla as homenagens ao Bicentenário da cidade, mas também exaltando em sua letra as religiões de matriz africana, também muito importante na construção cultural de São Leopoldo.


A Acadêmicos, fundada em 13 de novembro de 2017, tem como seu símbolo um trevo de quatro folhas e suas cores são o Verde e Rosa. Atualmente é presidida por Lisiane Ferreira Miranda que fala um pouco sobre os preparativos e expectativas para o desfile. “Os preparativos estão a mil, e os últimos detalhes estão sendo preparados com a comunidade para levar pra avenida. As expectativas são as melhores possíveis, estamos muito confiantes do que vamos apresentar na avenida e acreditamos que somos capazes de trazer o título”, diz.


O diretor de Bateria é Leonardo, o carnavalesco Jesse Brandão e o Intérprete Lu Astral.


Ficha técnica


  • Nome da agremiação: Acadêmicos Verde e Rosa;

  • Data de fundação: 13/11/2017;

  • Cores: Verde e Rosa;

  • Símbolo: Trevo de Quatro Folhas;

  • Presidente: Lisiane Ferreira Miranda;

  • Diretora de carnaval: Malu Teixeira;

  • Diretor de bateria: Leonardo;

  • Intérprete: Lu Astral;

  • Carnavalesco: Jesse Brandão;

  • Número de componentes: 350;

  • Alas: 11;

  • Alegorias: 2 e 1 tripé;

  • Tema-enredo: São Leopoldo em Verde e Rosa nas Águas da Miscigenação;

  • Compositores: Rafael Tubino e Diego Bodão.


Fonte: PMSL

0 comentário

ความคิดเห็น


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page