top of page
Buscar

Acusados de atacarem jovens judeus em 2025 serão julgados em Porto Alegre


Imagem: divulgação/ Polícia Civil.

No próximo dia 28 acontece o júri popular de três réus acusados de atacar um grupo de judeus na madrugada do dia 8 de maio de 2005 no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre. O julgamento ocorrerá no Foro Central I. A sessão será presidida pela Juíza de Direito Lourdes Helena Pacheco da Silva, titular do 2º Juizado da 2ª Vara do Júri da Comarca da Capital. Outros cinco envolvidos no ataque já foram condenados em dois júris anteriores.


Pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) estarão os Promotores de Justiça Luiz Eduardo Azevedo e Lúcia Helena de Lima Callegari. Como advogados da assistência à acusação atuarão Helena Druck Sant Anna, Helio Neumann Santanna e Victor Luiz Barcellos Lima.


Os réus serão julgados cada um por três tentativas de homicídio qualificado (motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa dos ofendidos), associação criminosa e crime de discriminação ou preconceito racial.


Segundo a acusação do MPRS, três jovens judeus usavam quipás e caminhavam pela esquina das ruas Lima e Silva e República, quando foram atacados por um grupo de skinheads, de ideologia neonazista.


O grupo de agressores estava dentro de um bar e avistou os rapazes em frente ao estabelecimento. Uma das vítimas foi golpeada com arma branca, socos e pontapés. De acordo com o MPRS, o crime só não se consumou, pois a vítima contou com a intervenção de terceiros que estavam no local, bem como com pronto atendimento médico.


Outra vítima também foi atacada pelo grupo e recebeu golpes de arma branca, mas conseguiu escapar e buscar abrigo dentro do bar. Por último, o terceiro jovem foi atacado, mas também conseguiu fugir para o interior de um estabelecimento.


O julgamento ocorrerá no plenário dos grandes júris, localizado no 2° andar do Foro Central I. Os réus serão julgados pelo Conselho de Sentença, formado por sete jurados. Serão ouvidas 11 testemunhas, sendo cinco arroladas pela assistência à acusação e seis pelas defesas, além das três vítimas e interrogados os três réus.


A defesa dos réus será realizada pelos advogados Gustavo Saar Gemignani, Manoel Pedro Silveira Castanheira e Keila Bernardi; José Paulo Schneider dos Santos, Julio Cesar Zanotto Doro e Matheus da Silva Antunes; e pelo advogado Rodrigo de Lima Noble.


Fonte: Correio do Povo


0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page