Aimoré vence de virada e pula para a vice liderança do grupo em jogo marcado por ato racista


SÃO LEOPOLDO: o Aimoré venceu o São Luiz por 2 a 1 de virada neste sábado, no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo, em duelo pela quinta rodada da primeira fase da Série D do Brasileirão. Juba abriu o placar para o Rubro, mas Yan e Paulinho Dias viraram para o Índio Capilé.


Com o resultado, o Aimoré chegou aos novo pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo 8. O time do técnico Edinho Rosa ainda pode ser ultrapasso pelo Azuriz, que entra em campo na segunda-feira. Já o São Luiz se mantém em quinto lugar, com cinco pontos. A partida começou com 15 minutos de atraso por conta da falta de ambulância no Cristo Rei. Quando a bola rolou, o São Luiz empilhou chances e abriu o placar aos 37 minutos do primeiro tempo. Juba aproveitou uma falha da zaga e tocou na saída de goleiro para marcar.

No segundo tempo, o Aimoré pressionou em busca do empate e conseguiu a virada com dois gols no fim. Aos 37, Yan, que havia saído do banco de reservas, deixou tudo igual. Um minuto depois, o capitão Paulinho Dias marcou o gol da virada e da vitória dos donos da casa.


O fato negativo da tarde vitoriosa do Aimoré, foi mais um ato racista por parte de um torcedor em um estádio de futebol, e desta vez, a vítima foi o treinador Edinho Silva. Um racista travestido de torcedor ofendeu o treinador do Aimoré com palavras racistas. Edinho Silva identificou o criminoso que foi detido pela BM e encaminhado para a delegacia de polícia .


A Estamos investigando se ele faz parte do Quadro e Sócios do Clube, e, se sim, quais meidas o Clube, enquanto instituição, irá tomar. O treinador Edinho Rosa foi à Delegacia após a partida registrar Boletim de Ocorrência.


A direção do Aimoré divulgou uma nota de repúdio condenando o ato criminosos e dando total apoio ao treinador Edinho Silva. Também foi informado, que está sendo investigado se o autor dos atos racistas faz parte do Quadro e Sócios do Clube, e, se sim, quais medidas o Clube, enquanto instituição, irá tomar. O treinador Edinho Rosa foi à Delegacia após a partida registrar Boletim de Ocorrência


ABAXIO ANOTA OFICIAL DO AIMORÉ


Nota de Repúdio | CHEGA de racismo.

Mais um episódio para lamentarmos. Na tarde deste sábado (14), em partida válida pela 5ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, em que o Clube Esportivo Aimoré recebeu o Esporte Clube São Luiz, nosso treinador, Edinho Rosa, sofreu ataque racista.

O criminoso foi identificado pelo nosso treinador e encaminhado pela Brigada Militar para a delegacia.


Reiteramos nosso compromisso contra o racismo e prestamos solidariedade e todo apoio ao treinador Edinho Rosa.


Fonte: ge.globo.com com colaboração do jornalista Leonardo Oberherr , assessor de imprensa do clube

0 comentário