Buscar

Alexander Medina não é mais técnico do Inter


Imagem: Fabiano do Amaral.

Mais de três meses de trabalho, uma eliminação vexatória na Copa do Brasil, uma goleada para o Grêmio em pleno estádio Beira-Rio e sem vencer na Copa Sul-Americana. Uma lista de insucessos determinou o fim da trajetória de Alexander Medina no Inter.


O técnico uruguaio, anunciado em dezembro de 2021 vindo do Talleres, da Argentina, foi demitido nesta sexta-feira, após o empate com o fraco Guaireña, do Paraguai, em pleno Beira-Rio. A saída de Medina já era especulada desde as primeiras horas desta sexta-feira (15) e ficou ainda mais evidente com a realização de uma reunião no estádio Beira-Rio. Além de Medina, deixam o clube os auxiliares Fernando Machado e Jadson Vieira; os preparadores físicos Alexis Olariaga e Richard González; e o analista de desempenho Mariano Levisman.


O time será comandado pelo auxiliar técnico Cauan de Almeida. Ele irá assumir a posição de treinador interino já a partir do treino deste sábado (16).


Medina chegou a Porto Alegre com um discurso de transformar o Inter em um time protagonista e competitivo, mas não conseguiu esboçar isso em três meses de trabalho. Pelo contrário, o que se viu foi uma equipe sem cara e que viveu seu melhor momento apenas em um jogo: o clássico Gre-Nal da fase classificatória. O Colorado atuou sob o comando de Cacique em 17 partidas: seis vitórias, cinco empates e seis derrotas, ou 45% de aproveitamento.


Fonte: Correio do Povo




0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png