Almoço Comunitário Amor ao Próximo na Ocupação Justo completa dois anos


Imagem: Estevan Benacchi/ PMSL.

O Almoço Comunitário Amor ao Próximo comemorou dois anos de existência nesta quarta-feira (11) na Cooperativa Alto Paraíso na Ocupação Justo. As refeições estão sendo preparadas em parceria com a cozinha comunitária Guerreiro e Guerreiras também na Ocupação Justo, na sede da cooperativa Alto Paraíso, há cerca de um mês.


Essa união de esforços por parte das lideranças comunitárias vem rendendo mais de 500 almoços semanais para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. O próximo passo que pretendem dar agora é garantir que as pessoas não somente busquem seus alimentos, mas também que possam fazer sua refeição no local, tendo assim uma interação entre elas.


"O nosso esforço sempre será em potencializar essas iniciativas, tenho certeza de que se não fossem as cozinhas comunitárias muita gente estaria numa situação pior, nossa gestão tem o foco maior e sempre voltado para quem mais precisa, parabéns pelos seus trabalhos e por toda história que vocês tem e ainda irão construir" pontuou o prefeito, Ary Vanazzi.

"Estamos às vésperas da criação do programa municipal de Segurança Alimentar que irá auxiliar as cozinhas comunitárias da nossa cidade, o trabalho de vocês é fundamental e tudo que nós enquanto gestão podemos fazer com certeza sempre faremos, pois essa união de esforços sempre rende bons frutos e traz para quem mais precisa o alimento na mesa" comentou o secretário de Assistência Social, Fábio Bernardo.

"Faz mais ou menos um mês que o almoço comunitário Amor ao Próximo se uniu ao grupo dos guerreiros e guerreiras da Ocupação Justo, na cooperativa Alto Paraíso que tem sede própria. Durante os dois anos da pandemia, a Frente de Moradia Pão e Trabalho, com as ações de combate à insegurança alimentar junto com o almoço comunitário, serviram em torno de 150 mil refeições. Nossa finalidade agora é abrir o restaurante comunitário aqui para que haja mais interação das pessoas entre si", disse o presidente da Cooperativa Alto Paraíso e coordenador da Guerreiros e Guerreiras da Ocupação Justo, Fábio Simplício.

“Há dois anos começou. A nossa preocupação em atender as pessoas da zona sul que estão em vulnerabilidade social e insegurança alimentar, no início começamos servindo 70 almoços diários e de lá pra cá já servimos mais de 60 mil refeições gratuitas, ao percebermos a necessidade de aproximarmos da comunidade, entramos em contato com o Fábio Simplício que de imediato abraçou a ideia e cedeu o espaço da cooperativa para desenvolvermos esse trabalho, estamos conseguindo ofertar em torno de 500 almoços por semana" pontuou o presidente do Almoço Comunitário Amor ao Próximo.


Fonte: PMSL

0 comentário