top of page
Buscar

Após aparecer no Linha Direta, suspeito de matar adolescente trans na Paraíba é preso em NH


Imagem: divulgação/ TV Globo.

Um suspeito de esfaquear e matar uma adolescente na Paraíba em abril de 2022 foi preso nesta terça-feira (4) em Novo Hamburgo. Geovane de Lima Galdino Silva estava foragido desde o ano passado e foi o segundo detido pelo crime.


O assassinato de Renata Ferraz, de 16 anos, foi tema da edição do programa Linha Direta, da TV Globo, no último dia 1º de junho. A captura de Galdino Silva teve cooperação entre a Polícia Civil do Rio Grande do Sul e da Paraíba.


O titular da Delegacia de Polícia Civil de Patos, município paraibano, delegado Paulo Ênio, afirmou que a exibição do caso na televisão aberta foi decisiva para encontrarem o suspeito no Vale do Sinos. Segundo o policial, denúncias feitas ao longo de junho auxiliaram o trabalho de inteligência da polícia e chegaram ao suspeito nessa terça.


O crime


Renata foi encontrada morta em 19 de abril de 2022, depois de dois dias desaparecida em Patos. O corpo dela estava em uma estrada, na saída para cidade de São José de Espinharas, no Sertão.


"Este jovem (Geovane), no início de 2022, matou de forma cruel a menina Renata Ferraz. O crime trouxe muita comoção na cidade de Patos, pois era uma menina jovem", disse o delegado Afrânio Brito, em vídeo publicado no perfil da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes (DHE) de Patos, da Paraíba.


O primeiro suspeito chegou a ser preso na cidade no dia 24 de abril de 2022. Flávio da Silva Ferreira foi condenado a 19 anos pela morte da garota, que era transexual.


A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Novo Hamburgo prestou apoio à DHE de Patos no cumprimento do mandato de prisão, mas não tem informações sobre o depoimento de Geovane nem outros detalhes sobre o caso. A reportagem tenta contato com a Polícia Civil da Paraíba e com a defesa do suspeito.


Fonte: GZH

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page