top of page
Buscar

Após disparar mísseis, Coreia do Norte afirma ter simulado "contra-ataque nuclear"


Imagem: divulgação/ KRT.

A Coreia do Norte afirmou ter simulado um "contra-ataque nuclear", segundo informações da agência estatal de notícias KCNA publicadas nesta terça-feira (23). A operação foi supervisionada pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un.


Nesta segunda-feira (22), a Coreia do Norte disparou mísseis balísticos de curto alcance em direção ao mar. A Guarda Costeira do Japão e o Exército da Coreia do Sul confirmaram os lançamentos.


Segundo a Coreia do Norte, a simulação de contra-ataque foi feita com "unidades de foguetes múltiplos supergrandes", que atingiram alvos a cerca de 350 km de distância.


O regime de Kim Jong-Un também sugeriu que o teste foi uma resposta a exercícios militares conjuntos feitos pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul, classificados como "provocativos".


Além disso, recentemente, militares da Coreia do Sul e dos Estados Unidos se reuniram para discutir o desenvolvimento de satélites norte-coreanos e a cooperação militar entre a Coreia do Norte e Rússia.


No comunicado, a Coreia do Norte disse que manterá a postura de guerra e continuará observando as "provocações dos inimigos".


"O ambiente de segurança da Coreia do Norte está seriamente ameaçado pelas incessantes provocações militares das forças hostis", informou o regime de Kim Jong-un.


Fonte: g1

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page