Após GHC, Santa Casa e Hospital Independência suspendem visitas para frear coronavírus


Complexo Santa Casa optou pela suspensão de visitas | Imagem: Ricardo Giusti

Como forma de conter o avanço da variante ômicron, hospitais de Porto Alegre anunciaram, nesta quarta-feira, algumas restrições. Após o Grupo Hospitalar Conceição (GHC) ter decidido suspender visitas a partir da próxima sexta, o Complexo Santa Casa e o Hospital Independência optaram pela mesma medida, que já entrou em vigor em ambas as casas de saúde.


Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a medida vale por prazo indeterminado, atingindo ambulatórios e unidades de internação. Contudo, nos locais serão permitidos acompanhantes, conforme prescrição médica ou necessidade. Já nas unidades de terapia intensiva (UTIs), as visitas seguem permitidas, seguindo todos os protocolos de segurança.


No Hospital Independência, localizado no bairro Agronomia, na zona Leste, as visitas também foram suspensas nesta quarta. Na casa de saúde, que pertence à rede Divina Providência, só poderão permanecer acompanhantes para pacientes em casos previstos em lei: menores de 18 anos, idosos, gestantes e pessoas com deficiência.


Ainda de acordo com a assessoria do grupo, o Hospital Divina Providência não modificou a regulação de visitas, que seguem gerenciadas e com restrições controladas, especialmente em unidades de internação e UTI. No entanto, uma nova avaliação deve ser feita na manhã desta quinta-feira.


Uma reunião sobre a situação também ocorre no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, nesta quinta. Na ocasião, o Grupo de Trabalho para Enfrentamento ao Coronavírus se reúne pela manhã para avaliar todo o cenário e definir medidas, se necessário.


Já no Hospital São Lucas da PUCRS, a visita a pacientes segue sendo permitida com as mesmas restrições adotadas anteriormente. Na instituição, pacientes podem ter um acompanhante segundo orientação médica ou necessidade. Enquanto nas unidades com pacientes Covid-19 as visitas seguem restritas, e nas UTIs, as visitas permanecem permitidas, seguindo protocolos de segurança, como uso de máscara, distanciamento e uso álcool gel.


Fonte: Correio do Povo



0 comentário