Após quase 3 anos, mais uma vítima de Brumadinho é identificada


Lecilda de Oliveira é a 264ª vítima identificada da tragédia da Vale em Brumadinho. | Imagem: arquivo pessoal.

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou, nesta quarta-feira (29), a 264ª vítima da tragédia da Vale em Brumadinho, quase três anos depois do rompimento da barragem Córrego do Feijão.


Duzentos e setenta pessoas morreram naquele dia 25 de janeiro de 2019. Seis seguem desaparecidas.


Segundo a polícia, a vítima identificada era uma mulher, de 49 anos, que trabalhava como analista de operações da Vale. O g1 Minas apurou que trata-se de Lecilda de Oliveira.

"O segmento corpóreo foi localizado pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Instituto Médico-Legal Dr.André Roquete, em BH, para análises em 1º de setembro deste ano. A identificação, fruto do trabalho da equipe do Instituto de Criminalística, foi possível por meio de exame de DNA", disse a polícia.


Mais informações serão passadas em coletiva de imprensa às 17h.


Veja quem são as vítimas que continuam desaparecidas até hoje

  1. CRISTIANE ANTUNES CAMPOS

  2. LUIS FELIPE ALVES

  3. MARIA DE LURDES DA COSTA BUENO

  4. NATHALIA DE OLIVEIRA PORTO ARAUJO

  5. OLIMPIO GOMES PINTO

  6. TIAGO TADEU MENDES DA SILVA


Última vítima identificada em novembro

A última vítima tinha sido identificada no dia 10 de novembro.


O g1 apurou que tratava-se do mecânico Uberlandio Antônio da Silva, empregado terceirizado da Vale, natural de Linhares, no Espírito Santo. Na época, ele tinha 55 anos.


A polícia disse que a família foi comunicada poucas horas antes de a nova identificação ser comunicada à imprensa. A reportagem falou com a filha dele.


Fonte: g1

0 comentário