Buscar

Após repercussão, concessionária de energia vai retirar postes instalados no meio de estrada do ES


Estrada do ES é inaugurada com postes no meio da pista. | Imagem: reprodução/ TV Gazeta.

A concessionária de energia elétrica EDP informou, nesta terça-feira (3), que os postes instalados no meio de uma estrada recém-inaugurada em Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo, serão recolocados. A mudança será iniciada nesta quinta-feira (4). O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES) pediu esclarecimentos sobre a obra para a Prefeitura do município.


A obra foi inaugurada há menos de uma semana e gerou revolta dos moradores e motoristas que passam no local. As imagens dos postes instalados no meio da estrada viralizaram na internet.

A Prefeitura, responsável pela obra, disse que pediu para a EDP trocar os postes de local quando a obra foi iniciada.


A EDP, no entanto, disse que a administração municipal solicitou a mudança dos postes em setembro deste ano. Em outubro, a concessionária enviou para a Prefeitura o orçamento com os custos desse serviço, mas, desde então, não recebeu resposta.


Segundo a EDP, a decisão de realizar a obra foi tomada em função do risco de acidentes no local.


Já a Prefeitura informou que está enfrentando dificuldades para mudar o lugar de vários postes no município. A administração disse ainda que sinalizou os locais onde há risco aos motoristas e pedestres, enquanto aguarda as mudanças e adequações da rede elétrica por parte da EDP.


Tribunal de Contas


O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES) pediu esclarecimentos sobre os gastos da obra ao prefeito de Presidente Kennedy, Dorlei Fontão (PSD), e ao secretário Municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação, Wagner Porto Viana.


No documento, o órgão pediu que a administração municipal explique se o contrato da obra foi foi finalizado, quem foi o responsável pela inauguração da obra e pela liberação para trânsito, e se foi solicitada a realocação dos postes à concessionária de energia responsável.

Após as respostas aos questionamentos, o Tribunal de Contas informou que vai avaliar qual será a medida cabível.


7,8 km com barreiras


Ao todo, são 16 postes espalhados no meio das pistas onde passam os veículos. O trecho tem 7,8 quilômetros e liga as localidades de São Paulo e Cabral, em Presidente Kennedy.


A entrega da rodovia foi comemorada pela Prefeitura do município em uma publicação nas redes sociais há menos de uma semana. A preocupação de moradores e motoristas é um possível aumento dos acidentes, principalmente durante a noite, quando a visibilidade fica reduzida.


Fonte: g1

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png