Auxílio Brasil: Saiba como descobrir se você foi aprovado para receber o benefício


O fim do Bolsa Família e criação do Auxílio Brasil deixou milhões de brasileiros em dúvidas o novo benefício. A mudança iniciou uma corrida de beneficiários em busca de informações sobre como se inscrever ou quais os novos critérios para receber os pagamentos.


Entretanto, o governo federal confirmou que a folha de pagamento do antigo programa será mantida a partir de novembro. Ou seja, todos os cidadãos que já recebiam o benefício continuarão tendo direito a ele.


Isso também vale para os segurados do Bolsa Família que migraram para o auxílio emergencial nos últimos meses. A partir de novembro, esse grupo começa receber o valor pago pelo Auxílio Brasil.


Critérios


As regras para participar do novo programa continuam a mesmas do antigo. Além de estar com os dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo (CadÚnico), é preciso ter renda de:

  • Situação de extrema pobreza: renda mensal per capita de até R$ 100;

  • Situação de pobreza: renda mensal per capita entre R$ 100,01 e R$ 200, desde que a família tenha em sua composição gestantes, crianças ou adolescentes.

Ter carteira assinada, ser Microempreendedor Individual (MEI), receber aposentadoria ou outra fonte de renda não impede a concessão do Auxílio Brasil. Contudo, é preciso estar dentro dos critérios citados.


Consultar Auxílio Brasil


O governo se comprometeu a incluir mais de dois milhões de beneficiários nos próximos meses. Para isso, a família deve estar devidamente inscrita no CadÚnico no momento da inclusão.


O cadastro no sistema do governo é feito em um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), mediante apresentação de documentos pessoais dos membros da família. Finalizado esse processo, o responsável pode acompanhar a inscrição por meio do aplicativo Meu CadÚnico, disponível para Android e iOS.


A plataforma mostra se todos os dados estão atualizados ou se precisam de revisão. Caso tudo esteja correto, basta aguardar na fila pela concessão do Auxílio Brasil.


Fonte: capitalist.com.br

0 comentário