Buscar

Avaliação de aprendizagem é tema de formação para rede municipal de educação de São Leopoldo


Imagem: Thales Ferreira/ PMSL.

Qual é a melhor maneira para repactuar a aprendizagem com crianças e estudantes que retornam à escola no período pós-pandemia? Nesta segunda-feira (21), equipes diretivas, professoras e professores da rede municipal de educação de São Leopoldo e escolas da rede conveniada participaram da formação sobre Avaliação dialógica, reflexões e perspectivas com o diretor fundador do Instituto Paulo Freire – IPF, Dr. José Eustáquio Romão.


O tema foi abordado em transmissão pelo canal da TV SMED no Youtube. A atividade é realizada pelo Sistema Fecomércio (Sesc - São Leopoldo) e pela Prefeitura de São Leopoldo, através da Smed.

“Nenhum povo conhecido na face da terra resolveu seus problemas, sem resolver os problemas de educação. Nenhum povo conseguiu resolver seus problemas de educação, sem resolver os problemas da educação básica. E nenhum povo conseguiu resolver os problemas da educação básica, sem resolver os problemas de avaliação da aprendizagem. Portanto, a avaliação de aprendizagem é o calcanhar de Aquiles da Educação, é a questão mais estratégica”, pontuou Romão ao iniciar a palestra.

A diretora EMEF Santa Marta, Elaine Teresinha de Souza Vieira, reforça a importância de se fazer uma reflexão sobre avaliação de aprendizagem neste momento. “Aqui na escola já era trabalhada uma avaliação diferenciada, por termos alunos com aprendizagens diferentes. Pós pandemia, não tem como fazer uma avaliação como era antes”, disse a diretora.


“Temos que repensar, pois sabemos que perdemos alunos. Eles perderam conteúdo, disciplina, vínculo. Então, retomar com eles 100% presencial é totalmente diferente, não tem como sermos os mesmos professores de antes, usar a mesma avaliação de antes”, completou a diretora da escola do bairro Santa Marta.

A formação é uma continuidade da abertura do ano letivo. De acordo com a diretora pedagógica da Secretaria de Educação, Carla Escosteguy, a temática é a avaliação dialógica e as perspectivas para o retorno presencial dos alunos às escolas. “A avaliação diagnóstica não é novidade na Educação. Sempre foi feita por nossos professores no início de cada ano, baseada na observação do estudante, naquilo que aprendeu no ano anterior. Nesse momento de retorno presencial, vai nos ajudar a saber como a gente vai repactuar esse momento de aprendizagem”, explica a professora.

Crianças e estudantes da rede municipal de ensino retornam à sala de aula amanhã (22). A palestra do professor Romão está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=SHLTxVkLBoQ


Fonte: PMSL

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png