top of page
Buscar

Bolsonaristas atacam Forças Armadas nas redes sociais e pedem boicote aos desfiles de 7 de setembro


Imagem usada nas redes sociais de grupos Bolsonaristas

A proximidade do dia 7 de setembro fez com que muitos bolsonaristas ficassem indignados novamente com o Exército, que era cobrado para dar um golpe militar e impedir a posse de Lula em janeiro.

Nos últimos dias, postagens nas redes sociais não só do Exército, mas também da Marinha e da Aeronáutica, receberam centenas de comentários lançando uma campanha pregando o boicote aos tradicionais desfiles da independência pelo país.


O mote usado pelos que se auto chamam de patriotas é "fique em casa", uma analogia à ação de proteção sanitária contra o novo coronavírus em 2020, mas que era contestada por Bolsonaro e seus seguidores. Nenhuma das páginas escapou da campanha que pretende esvaziar o desfile em todo país.


Alguns internautas aproveitaram para aderir à campanha do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), que pediu doação de sangue esta semana, em vez de participação no desfile.


Flávio afirma que Lula está "desesperado" com o 7 de setembro porque o desfile deve ser um fiasco de público. Primeiro, porque nunca foi patriota e, segundo, porque não reúne meia dúzia de pessoas de forma espontânea.


Já o governo Lula (PT) quer "resgatar" o 7 de Setembro, data comemorativa das Forças Armadas que foi sequestrada pelo bolsonarismo nos últimos anos. A ideia é fazer um ato cívico nacional.


Mais críticas


Nas páginas do Exército, os eleitores de Bolsonaro seguem reclamando da prisão e processo contra golpistas que invadiram o Congresso, Planalto e STF em oito de janeiro.


Para muitos, o Exército agiu de forma "covarde" ao permitir a prisão dos manifestantes que se abrigavam na porta do quartel da instituição em Brasília.


Os internautas também lembram da investigação da PF (Polícia Federal) que miram militares suspeitos de participação na venda de presentes recebidos pela Presidência na era Bolsonaro.


O termo mais comum usado é o de "melancia", que se refere ao Exército ser verde por fora e vermelho (cor atribuída ao comunismo) por dentro. Muitas postagens trazem imagens com essa referência.


Fonte: UOL




0 comentário

Comentarios


labelladonnasaoleopoldo.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page