Bolsonaro ignora 611 mil mortes e diz que Brasil se comportou 'bem' na pandemia


Bolsonaro fez a afirmação durante encontro organizado pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. | Imagem: reprodução/ TV Globo.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (16) no Bahrein que o Brasil se comportou "muito bem" no combate à pandemia.


Bolsonaro fez a afirmação durante encontro organizado pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

Segundo o consórcio de veículos de imprensa, com base em dados das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil soma 611,3 mil óbitos por Covid desde o início da pandemia. Além disso, acumula 21,9 milhões de casos confirmados.

"O Brasil foi um dos cinco países que melhor se comportou na economia por ocasião da pandemia. E também se comportou muito bem no tratamento do combate ao vírus", afirmou Bolsonaro.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro contraria a ciência e as autoridades sanitárias promovendo aglomerações, criticando o uso de máscara e afirmando que não vai se vacinar.


Recentemente, o governo publicou uma portaria proibindo empresas de demitir funcionários que não se vacinarem. A medida está suspensa por ordem do Supremo Tribunal Federal.

O relatório final da CPI da Covid, encaminhado à Procuradoria Geral da República (PGR), pediu o indiciamento do presidente por nove crimes na pandemia.

Antes de participar do encontro da Câmara de Comércio, Bolsonaro se reuniu com o rei do Bahrein, Hamad Bin Isa Al Khalifa.

Também nesta terça, inaugurou a embaixada brasileira em Manama.


Viagem ao Oriente Médio


Bolsonaro está em viagem a países do Oriente Médio e já passou pelos Emirados Árabes Unidos. A programação também prevê uma viagem ao Catar.


O objetivo da viagem é fortalecer as relações do Brasil com países da região do Golfo Pérsico, grandes produtores de petróleo e possuem fundos soberanos de investimentos.


Fonte: g1

0 comentário