Bolsonaro quer partido para si, mas Valdemar não permite, sugerem mensagens


Presidente do PL, Valdemar Costa Neto. | Imagem: reprodução/ Twitter.

Após dizer que estava "99% fechado" com o Partido Liberal (PL), o presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e disse que ainda tinha muito a ser acertado com a legenda. Neste domingo (14), a sigla emitiu uma nota informando que o ato de filiação do presidente, marcado para dia 22 deste mês, havia sido adiado após "intensa troca de mensagens" nesta madrugada.

Segundo O Antagonista, Bolsonaro quer ter para si o controle do partido. Valdemar da Costa Neto, dono e presidente da legenda, não gostou da ideia. "Você pode ser presidente da República, mas quem manda no PL sou eu”, teria escrito o presidente do PL.


Bolsonaro teria rebatido mandando o cacique do centrão para aquele lugar, recebendo cortesia semelhante: "VTNC vc e seus filhos", informa o site.


Em nota oficial, o PL informou que “a data de 22 de novembro foi cancelada, não havendo, ainda uma nova data para o compromisso de filiação”.


Fonte: iG

0 comentário