Câmara dos deputados aprova Lei Paulo Gustavo que destina R$ 3,8 bilhões para setor da cultura


Paulo Gustavo, ator, produtor e humorista morto em 2021, vítima da covid-19

BRASÍLIA: o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (24/2), por 411 votos a 27, o Projeto de Lei Complementar (PLP) nº 73/2021, que libera R$ 3,862 bilhões para amenizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia de Covid-19 no setor cultural brasileiro. Agora, os deputados analisam os destaques ao texto.


A proposta foi apelidada de Lei Paulo Gustavo, em homenagem ao ator e comediante que foi vítima do novo coronavírus. O projeto já foi aprovado, em novembro passado, no Senado Federal.


O texto proposto pela bancada do PT no Senado e relatado pelo deputado José Guimarães (PT-CE) trata de apoio financeiro da União aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para garantir ações emergenciais voltadas ao setor cultural.


Fonte: Portal Metrópoles

0 comentário