Calçados Beira Rio investe R$ 50 milhões em nova fábrica em Candelária


Imagem: divulgação/ Calçados Beira Rio

A Calçados Beira Rio irá inaugurar em 18 de março sua décima primeira planta fabril, a segunda em Candelária, no Vale do Rio Pardo. O investimento, realizado via incentivo do Fundopem, é de R$ 50 milhões, sendo R$ 30 milhões direcionados para instalações e equipamentos. Os outros R$ 20 milhões serão aplicados em obras civis.


“A região tem reconhecida capacidade de mão de obra, sendo extremamente habilitada e comprometida. Além do alto nível de empreendedorismo regional, que colabora para o desenvolvimento de parcerias comerciais”, explica Roberto Argenta, presidente da Calçados Beira Rio, sobre a localização da nova unidade.


A fábrica tem 9,6 mil metros quadrados de área construída e terreno com área total de 30.442 metros quadrados. Sua operação será dedicada à produção de calçados femininos, especialmente produtos das marcas Beira Rio Conforto e Moleca. Elas se juntam às outras marcas produzidos pela Beira-Rio (Vizzano, Molekinha, Modare Ultraconforto, Molekinho, Actvitta e BR Sport), que são exportadas também para 94 países.


A unidade já adota conceitos da indústria 4.0, com aprimoramento e modernização de vários tipos de sistemas que, investidos nos processos e metodologia da empresa, aumentam a competitividade.

O corte, a revisão e a expedição dos calçados serão feitos internamente nessa unidade, gerando 100 postos de trabalho direto no primeiro semestre e mais 50 no segundo, em Candelária.


As etapas de costura e de montagem dos calçados serão externas, ou seja, realizadas por micro, pequenas e médias empresas. Chamadas de ateliês, prestarão esse serviço em regime terceirizado e resultam em mais 1.680 postos de trabalho, distribuídos pelas cidades de Paraíso do Sul, Segredo, Jaguari e Cachoeira do Sul.

Com capacidade projetada para fabricar de 30 a 40 mil pares/dia, a filial 11 inicia as operações com uma produção diária de 3 mil pares, chegando a 15 mil/pares dia até o final de 2022.

A perspectiva para 2023 — com varejo interno estabilizado, além do crescimento contínuo que vem sendo realizado pelas exportações — é de funcionamento pleno da unidade. Com isso, a nova instalação da Calçados Beira Rio S.A. representará entre 10% a 15% do volume total de pares da empresa.


Fonte: Jornal do Comércio

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png