top of page
Buscar

Casas noturnas de Canoas são fiscalizadas pela Polícia Civil


Imagem: divulgação/ Polícia Civil.

A Polícia Civil deflagrou, entre a noite de sábado (22) e a madrugada de domingo (23), uma operação de combate à exploração sexual e consumo de bebidas alcoólicas por menores em três casas noturnas em Canoas. Por desrespeitarem “normas administrativas municipais”, os estabelecimentos foram interditados.


Com apoio da Vigilância Sanitária, do Corpo de Bombeiros, Brigada Militar (BM) e Guarda Municipal, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) realizou diligências em um estabelecimento no centro da cidade e outros dois nos bairros Estância Velha e Marechal Rondon.


Conforme o delegado Maurício Barison, titular da DPCA, a polícia recebeu denúncias de que as casas noturnas estariam comercializando bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, além de ter existir a prática de exploração sexual de crianças e adolescentes nos locais.


"Da nossa parte, não houve flagrante das situações que recebemos os informes. Seguimos apurando sobre estes casos e também sobre outros", conta.


Barison destaca que os estabelecimentos foram interditados por questões legais, como impacto ambiental, regularidade de alvarás e permissões, mas seguem sendo investigados pela Polícia Civil.


"As interdições se deram por questões sanitárias, ambientais, como o som, e descumprimentos de normas administrativas municipais", explica.


Fonte: GZH

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page