top of page
Buscar

Cheia do Rio dos Sinos atinge 32 mil pessoas em Novo Hamburgo, suspende aulas e captação de água


Imagem: Décio Marques/ PMNH.

Técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Novo Hamburgo calculam que cerca de 32 mil pessoas foram impactadas pela maior cheia da história do Rio dos Sinos no Município. O número representa a população atingida total ou parcialmente. O Rio do Sinos que chegou a marca de 9,03 metros na tarde deste domingo (5) e na manhã desta segunda-feira registrava 8,66m (6), com leve declínio.


O município acolhe cerca de 4 mil pessoas nos abrigos abertos pela prefeitura. As aulas estão suspensas em toda a rede municipal por tempo indeterminado e a captação de água também. Não há previsão de normalização. Os atendimentos estão suspensos em oito unidades de saúde e o transporte coletivo está operando com alguma alterações.


Imagens aéreas mostram que o dique no lado de Novo Hamburgo permanece intacto em toda a sua extensão. As imagens também mostram que o que ocorreu no sábado (4) foi a erosão de um trecho do dique ao lado da Casa de Bombas do Arroio Gauchinho, no bairro Santo Afonso, no lado de São Leopoldo, em uma extensão entre 40 metros e 60 metros, aparentemente não muito profunda.


Neste momento, a Central de Doações na Fenac precisa principalmente de leite e alimentos não-perecíveis como arroz, feijão e massa. Além disso, são necessárias doações de colchões, lençóis e fronhas. A entrada é pela rua Araxá, 505, bairro Ideal, das 9h às 19h.


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Comentarios


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page