Buscar

Ciclistas percorrem o caminho dos diques durante 7ª edição do “Eu vou de bike”, em São Leopoldo


No trajeto houve uma pausa para os participantes conhecerem o local onde fica o banhado do Shrek que é uma das áreas úmidas de proteção ambiental do município que fica no bairro Arroio da Manteiga. | Imagem: Rodrigo Machado/ PMSL.

Um trecho do sistema que protege São Leopoldo das enchentes do Rio dos Sinos foi percorrido por cerca de cem ciclistas, durante a 7ª edição do “Eu vou de bike”.


O evento promovido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) e parceria da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Comunitária (Semusp) reunindo ciclistas de todas as idades da Região Metropolitana ocorreu no sábado, 20 de novembro.


No trajeto houve uma pausa para os participantes conhecerem o local onde fica o banhado do Shrek que é uma das áreas úmidas de proteção ambiental do município que fica no bairro Arroio da Manteiga.


O titular da Semmam, Anderson Etter, destacou a importância de as pessoas conhecerem os espaços de preservação que existem na cidade. “Nas nossas administrações na cidade sempre tivemos uma preocupação com a preservação dos banhados e todo o sistema de proteção contra as cheias do Rio dos Sinos. Aliado ao conhecimento dessas áreas estamos chamando a atenção para o uso da bicicleta no meio urbano, através de uma prática saudável e que não gera emissão de carbono e combate ao aquecimento global. Esse dia lindo possibilitou aos ciclistas um belo passeio”, comentou.


O ciclista, César Pereira, contou que o passeio foi bem interessante. “Temos que ter consciência da importância dos diques e dos banhados da nossa cidade. O evento foi bem organizado e adorei participar”, afirmou.


Pedalada


A concentração ocorreu por volta de 14 horas no Museu do Rio, na rua da Praia, e as primeiras pedalada começaram às 14h30. Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) acompanharam o trajeto para dar mais a segurança aos ciclistas durante o percurso que teve cerca de 20kms. Os participantes doaram um quilo de alimento não perecível que será revertido para pessoas necessitadas.


Percurso


A largada ocorreu no Museu do Rio, na rua da Praia iniciou na avenida Caxias do Sul, passou rua Adão Hofel e acessou o talude do dique. Depois os ciclistas ingressaram na avenida Campina, na rua Araricá, rua Joaneta, Aloysio Cliford Molter, Coronel Atalíbio Taurino de Resende, rua Dilceu Elias de Moura, estrada do Socorro, rua Um, avenida Henrique Bier, Coronel Atalíbio Taurino de Resende, avenida Senador Salgado Filho, rua Câmara Municipal, avenida Caxias do Sul até a chegada no Museu do Rio novamente.


Fonte: PMSL

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png