Cidade de SP aplica 4ª dose da vacina contra a Covid em idosos acima de 80 anos a partir desta sexta


Imagem: divulgação/ GESP.

A capital paulista começa nesta sexta-feira (18), três dias antes do início da data prevista pelo calendário estadual de imunização, a aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos.


Cerca de 250 mil idosos com 80 anos ou mais estão aptos a tomar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 na cidade.

Segundo a secretaria municipal da Saúde, o esquema vacinal será o mesmo já anunciado pelo governo do estado, na tarde desta quarta-feira (16): os idosos dessa faixa etária serão imunizados com qualquer um dos imunizantes disponíveis nos postos de vacinação, ou seja, um dos quatro com aplicação aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). São eles: CoronaVac, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen. Atualmente, a chamada quarta dose só é aplicada em pessoas – incluindo adolescentes - com imunossupressão. Ou seja, os grupos com problemas no sistema imunológico. Estado O governo de São Paulo anunciou que vai começar a aplicação da quarta dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos a partir da próxima segunda-feira (21), quando cerca de 900 mil idosos que residem no território paulista já estarão aptos a serem imunizados.

O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa na tarde da quarta-feira (16).

Para receber a quarta dose, é necessário já ter completado o intervalo mínimo de quatro meses em relação à terceira. Promessa do governo No início de fevereiro, Doria anunciou que a quarta dose seria disponibilizada para vacinar toda a população paulista. Na ocasião, no entanto, ele não estabeleceu uma data para isso acontecer.

Na quarta (16), foi anunciado apenas a aplicação para idosos com mais de 80 anos. O governo ainda não divulgou um calendário para os demais grupos.

Desde o início do ano, o governo tenta alavancar a vacinação dos faltosos, além de criança e adolescentes. Para esse público, a gestão estadual chegou a realizar a vacinação dentro das escolas. Atualmente, o estado registra mais de 10 milhões de pessoas com dose de reforço contra Covid atrasada. Primeiro estado do Brasil a atingir meta da OMS O estado de São Paulo foi o primeiro a atingir a meta de vacinação estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e registrar mais de 90% da população elegível vacinada com as 2 doses.

"Somos o primeiro estado a ter a população com as duas doses elegível, ou seja, aquela acima de 5 anos. Se fossemos um país, seriamos o 3º país do mundo", afirmou a coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.


Fonte: g1

0 comentário