top of page
Buscar

Cinco gaúchos integram Força Penal Nacional em Mossoró


Imagem: Rafa Marin/ governo do RS.

Cinco agentes gaúchos integram a Força Penal Nacional (FPN) em Mossoró, no Rio Grande do Norte. Representam a Polícia Penal do RS um integrante do Grupo de Ações Especiais (Gaes) e quatro dos Grupos de Intervenção Rápida (Gir). A missão é reforçar a segurança externa da penitenciária federal da cidade, de onde dois presos fugiram no dia 14 de fevereiro.


O grupo, formado por policiais da 1ª, 3ª, 6ª e 9ª regiões penitenciárias gaúchas, embarcou na última quinta-feira. Os gaúchos vão permanecer em Mossoró por pelo menos 30 dias, com possibilidade de prorrogação do prazo.


Os servidores atuam em atividades como preservação da ordem pública, treinamentos e capacitações. Também podem intervir, de forma articulada com representantes da polícia penal federal e de outros estados, em situações de crise em unidades prisionais.


Essa é a segunda equipe da Polícia Penal gaúcha a integrar a FPN. Em dezembro, outros cinco servidores penitenciários embarcaram para Recife (PE). Atualmente, eles atuam no Presídio de Segurança Máxima em Brasília.


De acordo com o superintendente dos Serviços Penitenciários (Susepe), Mateus Schwartz, o envio dos gaúchos demonstra a capacidade de articulação entre as instituições envolvidas com a segurança e a administração do sistema prisional, em nível nacional. “O trabalho integrado entre as polícias penais de diferentes estados vem apresentando resultados importantes na manutenção da ordem e disciplina nos estabelecimentos penitenciários e no combate à criminalidade”, destacou.


Criada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a Força Penal Nacional é uma iniciativa de ações conjuntas e integradas entre União e unidades da Federação. O objetivo é a execução de serviços voltados à preservação da ordem pública, da segurança das pessoas e do patrimônio do sistema penitenciário brasileiro.


A primeira equipe da FPN chegou em Mossoró no dia 26 de fevereiro. Até o momento, nenhum dos fugitivos da penitenciária federal da cidade foi recapturado.


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Commentaires


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page