top of page
Buscar

Com onda de calor em setembro, salto do consumo de energia elétrica no Brasil é o maior desde 2021


Imagem: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil.

O Brasil aumentou em mais de 6% a sua demanda por energia elétrica em setembro. De acordo com o fechamento do balanço da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o consumo no país foi de 68 mil MWm (megawatts médios), um salto de 6,2% na comparação com o mesmo período de 2022.


O último aumento expressivo no consumo total no Brasil havia sido registrado em junho de 2021 na comparação com 2020, quando o crescimento foi de 8,5%.


A onda de calor que atingiu várias regiões no mês passado foi a responsável pelo aumento. Os consumidores usaram mais ar-condicionado tanto em residências quanto em supermercados, centros de comércio e serviços, que procuram manter o conforto térmico para os clientes.


As maiores altas ocorreram nos Estados do Maranhão (21,8%), Rio de Janeiro (18,6%) e Acre (18,3%). Apenas dois Estados registraram queda no consumo: Amapá (-57,8%) e Rio Grande do Norte (-2,1%).


No RN, a retração foi causada por um volume grande de chuva. A CCEE ainda estuda a motivação da baixa demanda no Amapá.


Do total da energia elétrica consumida pelo Brasil, 43 mil megawatts médios foram utilizados pelo mercado regulado, composto por consumidores residenciais, com um salto de 8,2%.


Já o ambiente do mercado livre, formado por clientes de alta tensão, como shoppings e indústrias, representa 25 mil megawatts médios do total, com um acréscimo de 3% se comparado ao mesmo período do ano passado.


Fonte: O Sul

0 comentário

Comments


labelladonnasaoleopoldo.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page