Buscar

Comissão da Câmara decide convocar ministro da Justiça para explicar caso Genivaldo


Imagem: reprodução/ Redes Sociais.

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou nesta quarta-feira (1º) por dez votos a sete a convocação do ministro da Justiça, Anderson Torres, para falar sobre o caso de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morto em operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF).


A PRF é órgão subordinado ao Ministério da Justiça. Diferente do convite, com a convocação, a presença do ministro é obrigatória.

Na semana passada, Genivaldo de Jesus foi abordado por policiais em Umbaúba (SE) porque pilotava uma moto sem capacete. Ele foi colocado no porta-malas de uma viatura. Os policiais, então, jogaram gás lacrimogêneo dentro do compartimento. O laudo médico apontou morte por asfixia.


Fonte: g1

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png