Comissão de ética da câmara recebe e vai apurar denúncia de violência a mulher contra vereador de NH


O vereador nega, e diz que sequer teve acesso a denúncia | Imagem: Reprodução

Nesta quarta-feira (02), a Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo recebeu uma denúncia contra o vereador Darlan Oliveira (PDT). A denúncia, protocolada pelo coletivo feminista Elza Soares, na última terça-feira (3), acusa o parlamentar de suposta violência doméstica, após boletim de ocorrência registrado na Delegacia da Mulher. O vereador nega, e diz que sequer teve acesso a denúncia.


A Comissão de Ética da Câmara, instalada ontem, junto com as demais comissões permanentes da casa, ficará a cargo da apuração das acusações contra o vereador. O presidente em exercício da Câmara, Fernando Lourenço, confirmou o recebimento da denúncia. Agora, ficará a cargo de Ito Luciano (PTB), Serjão Hanich (MDB) e Vladi Lourenço (PSDB) a apuração do fato.


Quem falou, em primeira mão, sobre a acusação, foi o jornal Toda Hora. A reportagem recebeu o protocolamento. O pedido afirma que qualquer parlamentar deve ser investigado nesses casos. Partidos como PT, PSOL, dentre outros, assinam o documento conjuntamente.


O vereador Darlan Oliveira afirmou que soube pela imprensa das acusações. E enviou nota ao DuduNews: "Por ora, não fui intimado de nada, não tenho conhecimento formal dos fatos a mim imputados. No entanto, já acionei meus advogados, os quais me orientaram a colaborar com as autoridades locais e, quando eu for oficialmente informado do conteúdo, irei me manifestar. Tudo o que sei é boataria e fofocas, as repudiarei no âmbito processual, nas vias adequadas e necessárias para provar minha inocência em qualquer situação falaciosa da minha honra e comportamento social."


Fonte: DuduNews

0 comentário