Buscar

Criança tenta se suicidar após ser estuprada pelo vizinho em Canoas


Imagem: Jaime Zanatta/ Agência GBC.

Uma criança tentou suicídio após ser estuprada pelo vizinho no bairro Olaria, em Canoas. Ele foi preso pelos agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).


De acordo com a Polícia Civil, o homem era tatuador. Ele usava o estúdio de tatuagem para estuprar a menina que, hoje, tem 13 anos. Após os abusos, a criança tentou se suicidar diversas vezes e chegou a ser internada. Após ter alta, se abrigou em uma casa de acolhimento para tratar a depressão. Ela era constantemente ameaçada por ele.


Conforme apurado pelos investigadores, o criminoso fazia um sinal de “miragem” para dizer que sempre estava de olho nela. Para garantir que a vítima conseguisse retornar à vida normal, o delegado Pablo Queiroz Rocha, que é titular da DPCA, pediu a prisão do homem. Ele está preso preventivamente e também é acusado de estuprar as duas enteadas de nove e 13 anos, amigas da vizinha. Sabendo que as filhas estavam sendo estupradas, a ex-companheira do preso se mudou para Santiago. Mesmo assim, ele seguiu indo até lá para amedrontar as duas menores. Alerta para mortes

De acordo com Rocha, infelizmente é comum as tentativas de suicídio em casos de abuso sexual. Além disso, as automutilações são sinais importantes para os pais desconfiarem de algo. As duas enteadas, segundo apurado pela investigação, vinham se cortando. O delegado Mario Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), afirmou que a “repressão qualificada aos delitos sexuais, com a prisão do investigado, possibilita a volta de uma segurança na vida dessas vítimas. As denúncias desses crimes são prioridade.”


Fonte: Agência GBC

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png