Cruzeiros têm 798 novos casos de Covid-19 em 9 dias, diz Anvisa


Navio Costa Diadema foi um dos quais casos de Covid-19 foram registrados entre passageiros e tripulação. | Imagem: Alexsander Ferraz/ A Tribuna Jornal.

Cinco embarcações que operam no Brasil registraram 798 novos casos de Covid-19 em apenas 9 dias. O dado representa um crescimento em 25 vezes das infecções confirmadas nos primeiros 55 dias da temporada de navios de cruzeiro, quando 31 pessoas estavam contaminadas, disse a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o órgão, o aumento exponencial dos casos reforça a necessidade da sua Nota Técnica, divulgada na sexta-feira (31), em que recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão provisória imediata da temporada de navios de cruzeiro no Brasil.


No total, desde o início da temporada, no dia 1 de novembro, foram confirmados 829 casos de infecção entre tripulantes e passageiros dessas embarcações. Deste número, 60% se trata de tripulantes. Segundo a Anvisa, isso ocorre por serem viajantes que passam maior período de permanência nos navios. Para a organização, essas ocorrências apontam maior grau de risco à condição sanitária desses cruzeiros.


De acordo com a nota da Agência, em reunião na segunda-feira (3) com representantes do Ministério da Saúde, estados e municípios apoiaram a posição do órgão pela suspensão provisória da temporada de navios de cruzeiro no Brasil.


Ainda na segunda-feira, a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia) divulgou que as companhias paralisarão suas operações no Brasil até o próximo dia 21. Horas depois de as empresas fazerem o anuncio, o governo federal declarou concordar com a medida e que fará novas reuniões para avaliar a possibilidade da retomada das atividades.


Fonte: g1

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png