top of page
Buscar

Denarc incinera mais de 12 toneladas de drogas em Guaíba

O Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil incinerou, nesta quarta-feira (10), aproximadamente 12 toneladas de drogas. Segundo a corporação, a maior parte das apreensões foi realizado ao longo do ano passado, durante operações em todo território gaúcho. Os entorpecentes foram transportados de Porto Alegre até Guaíba, onde foram incinerados.


O transporte dos ilícitos até o município na Região Metropolitana contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A escolta do comboio foi feita por três motos e duas viaturas. A intenção foi reforçar a segurança do deslocamento da carga, que ultrapassa o valor de R$ 35 milhões, segundo estimativas do Denarc.


Conforme dados da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), no ano passado foram apreendidas mais de 40 toneladas de entorpecentes, um aumento de 12,5% na comparação com 2022. "Esses dados destacam o trabalho integrado dos órgãos de segurança. A dedicação e o compromisso de todos os policiais, somado ao fortalecimento do serviço de inteligência, têm feito com que as forças policiais atuem cada mais forte no combate à criminalidade”, afirmou o secretário Sandro Caron.


Segundo o Denarc, 2023 registrou as maiores apreensões de crack e ecstasy da corporação. Em março, na Zona Norte de Porto Alegre, foram encontrados mais de 17 mil comprimidos de ecstasy. Já em abril, foram apreendidos 96 kg de crack, em Araricá.


Em maio, a corporação localizou 1,8 tonelada de maconha em Viamão, sendo essa a maior apreensão da droga em 2023. A maior apreensão de cocaína do ano feita pelo Denarc ocorreu em Canoas, em agosto, e somou 116 kg.


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Комментарии


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page