Buscar

Deputado estadual do Rio pede prisão de Anitta após público gritar contra Bolsonaro


Imagem: reprodução.

O deputado Filippe Poubel (PSL), fez publicação pedindo a prisão da cantora Anitta após público gritar contra o presidente Bolsonaro durante show. Segundo o parlamentar, a cantora cometeu "crimes contra a honra".


A apresentação aconteceu no último domingo (23), no Rio de Janeiro. Em determinado momento, os fãs puxaram um coro contra o presidente. Como resposta, a cantora afirmou que "a voz do povo é a voz de Deus".


Em publicação, o deputado acusou Anitta de calúnia, difamação e injúria. Poubel afirmou que a cantora deve ser presa com base nos artigos 138 a 145 do Código Penal. Confira:




Mesmo com a acusão, a cantora não emitiu nenhuma manifestação que se enquadraria no caso mencionado pelo deputado.


Fonte: iG

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png