Dezessete advogados estão envolvidos em fraude previdenciária no Nordeste, diz Polícia Federal


Polícia Civil do Piauí apreende documentos e dinheiro em escritórios de advocacia. | Imagem: divulgação/ PC-PI.

A Polícia Federal prendeu ao menos três advogados envolvidos em fraudes previdenciárias no estado do Piauí, com a operação “Bússola” desencadeada na manhã desta terça-feira (9).


Outros quatorze advogados do Piauí e do Maranhão também estão entre os envolvidos, além de intermediários. A Ordem dos Advogados do Brasil do Piauí (OAB-PI) está acompanhando o desenrolar da operação.


De acordo com as investigações, que começaram em 2020, a organização criminosa é especializada na concessão fraudulenta de benefícios de aposentadoria por idade rural com uso de documentos falsos. Foram quase 2 mil benefícios recebidos durante o esquema, o que gerou um prejuízo que equivale a R$ 55,8 milhões aos cofres públicos.


A polícia reuniu aproximadamente 200 policiais para cumprir a determinação da 1ª Vara Federal de Teresina.


Fonte: CNN Brasil


0 comentário