top of page
Buscar

Dia D do Desenrola: bancos fazem mutirão para endividados; veja regras



As agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil vão abrir uma hora mais cedo nesta quarta-feira (22/11), quando acontece o “Dia D do Desenrola”. O mutirão visa dar mais tempo para atendimentos a pessoas endividadas que podem se beneficiar de condições oferecidas pelo governo federal para a renegociação dos débitos pelo programa Desenrola Brasil.


Além dos bancos públicos, a ação envolve bancos privados, organizações da sociedade civil e outros credores, que pretendem fomentar as renegociações de débitos e ampliar o alcance do programa.


No caso dos bancos públicos, as unidades estarão disponíveis para atendimentos especializados relacionados ao Desenrola, à negociação de dívidas do Fies e informações sobre a quitação de contratos do Minha Casa, Minha Vida para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou Bolsa Família.


A Caixa também vai contar com atendimento especializado para estudantes negociarem dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).


Outros bancos vão aumentar os horários de atendimento de parte de suas agências nesta quarta, de acordo com as próprias políticas internas.


Além dos horários extendidos, o governo quer aumentar o alcance de inserções e postagens sobre o Desenrola, para atingir os milhões de usuários de sistemas bancários e consumidores, já que as condições de renegociações possibilitadas pelo programa vão até o final do ano (31/12).


O Desenrola e suas regras


O Desenrola abrange dívidas negativadas entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022. A iniciativa do Ministério da Fazenda visa limpar o nome dos brasileiros após um cenário de crise econômica e endividamento na pandemia e trazer esse público de volta para o mercado consumidor.

Na segunda-feira (21/11), o programa passou a oferecer condições de parcelamento para dívidas com valor atualizado de até R$ 20 mil de devedores com renda de até dois salários mínimos ou inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Além dos descontos oferecidos, o cliente pode parcelar suas dívidas sem entrada e em até 60 meses, o que permiterestabelecer capacidade financeira e iniciar 2024 com um melhor planejamento.


A primeira etapa do programa, chamada de Faixa 2, contempla contratos em atraso das instituições financeiras. Na Caixa, são ofertadas condições com desconto de até 90% para pagamento à vista, sendo possível também o parcelamento da dívida em até 120 meses, com entrada e primeiro pagamento para 30 dias.

Segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, 7 milhões de brasileiros quitaram suas dívidas no Desenrola e o potencial do programa é de 30 milhões de pessoas.

Como negociar dívidas


As negociações também são feitas por meio digital. Basta acessar a plataforma do Desenrola Brasil (desenrola.gov.br) por meio de contas prata ou ouro do gov.br.


As contas na plataforma possuem três níveis – bronze, prata e ouro –, que variam a depender do grau de segurança na validação de dados do usuário e nos tipos de serviços públicos e transações digitais.


Para aumentar de nível, é só o usuário entrar na sua conta gov.br e seguir as orientações em “Selos de Confiabilidade”. Também é possível fazer a operação logo na tela inicial do aplicativo gov.br ao clicar em “Aumentar nível”.


FONTE: Portal Metrópoles



0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page