Dia do Ferroviário tem programação no Museu do Trem de São Leopoldo neste sábado


Imagem: Alice Bemvenuti/ PMSL.

A direção do Museu do Trem de São Leopoldo comemora o Dia do Ferroviário neste sábado (30) com uma programação aberta para a comunidade.


Está previsto um alongamento consciente com Carla Magalhães, Roda de Memória com ferroviários e ferroviárias e visitação ao acervo histórico e mostra de fotografias dos ferroviários e ferroviárias.

De acordo com a diretora do Museu, Alice Bemvenuti, esta vai ser a primeira Roda de Memória presencial depois de dois anos de atividades remotas e híbridas. “A Roda de Memória alusiva ao Dia dos ferroviários e das ferroviárias é um momento em que poderemos escutar e relacionar histórias ao nosso acervo e também que eles possam estar juntos, trocando memórias e abraços, além de olhar o museu e relembrarem tempos na ativa”, destaca.


Foram convidados para a Roda, ferroviários e ferroviárias que atuaram em diferentes funções e épocas desde a Viação Férrea até a Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA), a direção do Sindicato dos Ferroviários, moradores da Vila dos Ferroviários, metroviários, trabalhadores aposentados e da ativa.

“Essa roda vai ser um marco, pois será um grande encontro com celebração das memórias e da participação dos ferroviários e ferroviárias na criação e organização deste Museu. Eles são atuantes, eles são presentes, e com este encontro vamos sublinhar a importância desta presença e o quanto que a gente valoriza eles estarem próximos da nossa instituição”, afirma a museóloga.


Exposição fotográfica


A exposição fotográfica foi organizada com curadoria de Cinara Isold Lewinski e Alice Bemvenuti. Estará disponível no Armazém, dividida em três blocos, com início pelas fotografias do tempo da Viação; passando pela participação dos ferroviários e ferroviárias na construção e organização do museu e o terceiro grupo, a presença deles nas atividades laborais, mas também em eventos e confraternização organizadas pela empresa.


Feirinha criativa


No espaço estará aberta a feirinha criativa com arte, artesanato e souvenirs temáticos. A Feirinha é uma iniciativa de retomada da FEira realizada pela AAMT ainda em 2011 e 2012, sendo agora reativada pelo grupo pró-Associação Amigos do Museu do Trem (AAMT). A feira vai reunir diversos artistas, artesãos, entre outros expositores com artigos variados como livros, brechó, telas, cerâmica, alimentos, entre outros.


Neste ano, a Feirinha terá a parceria da Sicredi e deve ter outras edições ao longo de 2022. Alice Bemvenuti destaca que esta programação deve ter o mesmo espaço amoroso de vivência diurna no Sítio do museu, retomando com o mesmo perfil da feira que já ocorria no local há 10 anos.


Assembleia extraordinária


Além da feirinha, o grupo pró- Associação Amigos do Museu do Trem (AAMT) realiza a assembleia geral extraordinária para reativação da entidade, com início às 14h. Fundada em 2010, a AAMT teve dois anos de intensa atividade. Participaram da sua criação 84 pessoas: representantes da comunidade, ferroviários, historiadores, museólogos, educadores, gestores, arquitetos, artistas, entidades e associações de movimentos populares, além dos vizinhos do Museu e funcionários da instituição.


Programação completa


  • 10h- Alongamento consciente com Carla Magalhães

  • 13h30- visitação do acervo e mostra de fotografias dos ferroviários e das ferroviárias

  • instalação da abertura da Assembleia Geral Extraordinária

  • 14h- Roda de Memória com ferroviários e ferroviárias

  • 16h- eleição de diretoria provisória para reativação

  • 17h- encerramento

Endereço do Museu: Rua Lindolfo Collor, 40, Centro

Por ocasião do evento, o local ficará aberto, excepcionalmente, até às 18h.

O contato com o Museu do Trem para mais informações pode ser feito pelo e-mail: museudotrem@gmail.com ou museudotrem.aamt@gmail.com.


Fonte: PMSL

0 comentário