Buscar

Dia seguinte ao temporal registra falta de luz e árvores caídas em cidades do RS


Imagem: Alina Souza/ Correio do Povo.

Os temporais registrados no Estado na noite deste domingo (27) causaram transtornos como queda de árvores e falta de energia elétrica. Em algumas cidades, os ventos passaram de 100km/h.


Na área de concessão da CEEE Grupo Equatorial, o temporal chegou a deixar 136 mil economias sem luz. No início da tarde desta segunda-feira, a concessionária divulgou ter reestabelecido o fornecimento em 75% delas, restando 46 mil clientes sem luz, em Viamão, Porto Alegre, Guaíba, Eldorado do Sul, São Jerônimo, Encruzilhada do Sul, Mariana Pimentel, São Lourenço do Sul, Turuçu, Pelotas, Canguçu e Santa Vitória do Palmar.


Em Viamão, houve curto-circuito após queda de raio em uma subestação que prejudicou a distribuição de energia na noite do domingo, atingindo 54,5 mil clientes. No começo da tarde desta segunda-feira (28), 4 mil deles seguiam sem luz.


Na Capital, além de alguns bairros sem energia elétrica, o amanhecer teve chuva, bloqueio para retirada de galhos de vias públicas e alguns semáforos fora de operação, situação normalizada antes das 10h, conforme a EPTC. A Defesa Civil do município só teve dois chamados, ambos referentes à queda de vegetação na rua.


Já na área de concessão da RGE, passava de 80 mil o número de unidades sem energia elétrica no começo do dia. No final da manhã, a empresa atualizou o dado, contando ainda com 60 mil clientes sem luz. Conforme a empresa, a maioria das causas foi em decorrência de galhos e objetos arremessados contra os fios e outros equipamentos durante a tormenta. Cidades do Vale do Sinos e Santa Maria foram as mais atingidas.


Santa Maria, na região central do Estado, teve mais de 20 casas destelhadas, conforme a Defesa Civil do município, além de ruas bloqueadas por queda de árvores. A prefeitura confirma que houve três feridos leves no Bairro Carolina, atendidos pelo Corpo de Bombeiros após a queda de uma árvore na residência.


No Vale do Sinos, Novo Hamburgo registrou queda de árvores sobre casas, em vias públicas e uma delas sobre uma ambulância no Hospital Geral. Pelo menos seis residências foram interditadas no bairro Kephas. De acordo com a Defesa Civil do município, não há feridos. Na vizinha São Leopoldo houve destelhamentos nos bairros Boa Vista e Scharlau. Segundo a MetSul Meteorologia, a instabilidade avança pelo Estado e trará chuva nesta terça-feira (1°) para todas as regiões, inclusive na Metade Norte, menos atingida pelas chuvas de domingo e segunda-feira. Há alerta para o alto risco de chuva forte com possibilidade de alagamentos em alguns municípios e temporais isolados que, além de raios, podem trazer vendavais e queda de granizo.


Fonte: Correio do Povo

0 comentário
Sem título.png
Caixinha de perguntas Start.png