top of page
Buscar

Diretora do Museu do Trem de São Leopoldo apresenta pesquisa em evento internacional


SÃO LEOPOLDO: a diretora do Museu do Trem de São Leopoldo, e pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Alice Bemvenuti, apresentou a pesquisa “Tempo de estar juntos e caminhar pela paisagem histórica da produção” nas 25 Jornadas Internacionais do Patrimônio Industrial “Um futuro para o nosso passado”. A gestora leopoldense participou de modo online nesta sexta-feira, 29 de setembro. Ela será uma das painelistas das atividades paralelas da programação com a temática “Cidade Trabalhista da Cultura”. O evento é promovido pela Associação de Arqueologia Cultural INCUNA (Indústria, Cultura, Natureza), da Espanha. Em sua pesquisa, Alice Bemvenuti, fala sobre a experiência da percepção no que diz respeito ao tempo de se estar junto, uma análise a partir de questões fenomenológicas vinculadas ao filósofo Merleau-Ponty. “Este trabalho aborda a relação entre as pessoas, a convivência e a gente entende, inclusive como museu, que isto é fundamental para que o patrimônio seja preservado e para que o patrimônio ganhe sentido. Para que o Museu faça sentido não como uma repetição, não como simplesmente conservação da história, mas como reflexão, como questionamento, como verificação do momento atual na relação com as questões históricas que gere debate”, comenta. De acordo com Alice Bemvenuti, o caminhar na paisagem histórica da produção diz respeito ao que existe assim como o que já não existe mais na paisagem, no que as pessoas lembram que já esteve naquele lugar, seja a ferrovia, a estrada de ferro, o depósito ou o escritório da Rede Ferroviária. Isto constitui esta compreensão da paisagem histórica da produção. “Isso importa no espaço do Museu para que não se coloque apenas como instituição de depósito, mas que aciona sua tarefa de salvaguarda a partir da relação com as pessoas e as pessoas que têm testemunhos para dar, são fundamentais para compor este cenário”, destaca. A diretora Alice Bemvenuti compõe a diretoria do Comitê Brasileiro para a Conservação do Patrimônio Industrial integrante do The Internacional Commitee for the Conservation of the Industrial Heritage (TICCIH-Brasil). Sobre as Jornadas

Em 2023, completa-se o 25º aniversário das Jornadas do Património Industrial que a INCUNA tem organizado ininterruptamente, se tornando um ponto de encontro para: investigadores, gestores culturais e turísticos, profissionais de diferentes disciplinas acadêmicas ou científicas, funcionários, técnicos ou empresários, trabalhadores, associações, estudantes, ativistas e cidadãos em geral. Estes eventos promovem o debate, reflexão e proposições para o futuro do patrimônio industrial, preservando a memória e a identidade dos lugares e das cidades, preservando ou dando uma seguida vida aos testemunhos que são herança cultural e compõem as paisagens dos nossos ambientes vitais.


Fonte: SCOM/PMSL

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page