top of page
Buscar

Dirigente de torcida organizada do Inter é morto a tiros em Canoas


Imagem: Jefferson Balestrin/ Agência GBC.

Foi identificado como Fabio Panyagua Borges, de 39 anos, o homem morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (26), no bairro Guajuviras, em Canoas. O homem, conhecido como Fabinho, era diretor de um segmento de uma torcida organizada do Internacional, e a Delegacia de Homicídios de Canoas tenta entender se esta atuação está de alguma forma relacionada ao crime.

Borges estaria bebendo na rua, perto de um depósito de bebidas na rua 17 de abril quando, por volta de 0h30min, quatro homens desceram de um carro prata e o balearam. Foram recolhidas pela perícia 12 cápsulas de pistola 9mm e outras quatro de .40. O homem morreu no local e os atiradores fugiram. Nada foi roubado e ninguém mais foi ferido.


De acordo com o delegado Arthur Reguse, responsável pela investigação, o caso é de execução, mas a motivação ainda será apurada. "Estamos analisando todas as possibilidades. E uma delas é de relação com a atividade dele como integrante da torcida organizada", revelou o delegado.


Presidente da Nação Independente, organizada da qual Borges fazia parte, Eduardo da Silva Rodrigues, o Capitinga, disse que foi "pego de surpresa" pela "notícia trágica" da morte e que não acredita que exista relação entre o crime e a torcida.


"Pode ter alguma coisa particular dele, algum desentendimento [que motivou o assassinato], mas eu, com certeza, eu posso garantir, não tem nada a ver com a torcida organizada", afirmou Rodrigues.


A polícia procura por imagens de câmeras de segurança e vai ouvir testemunhas. Por enquanto, não há suspeitos e ninguém foi preso.


Fonte: GZH

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page