top of page
Buscar

Dois homens são presos após ação da Polícia Civil em depósitos de armas e drogas em Esteio

Dois homens foram presos, no fim da tarde desta terça-feira (19), por tráfico de drogas, associação ao tráfico e porte de arma de fogo de uso restrito em Esteio. As prisões são resultado de uma operação da Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigações do Narcotráfico, em locais utilizados como paióis de armas de fogo e depósitos de entorpecentes para uma facção criminosa. A suspeita é de que o grupo esteja envolvido no planejamento de um ataque, que segue sob apuração. 


A investigação policial iniciou a partir do recebimento de informações. Os agentes começaram identificando os indivíduos responsáveis pelo armazenamento de armas e entorpecentes na região. Um dos locais fica no bairro Olímpica e outro no Novo Esteio, junto a um bar. 


Segundo a Polícia Civil, um atentado estava sendo planejado pelo grupo criminoso para acontecer nesta semana. Ainda conforme os agentes, a facção investigada é conhecida por ordenar homicídios de opositores e possui envolvimento em ataques a bancos. Sobre este possível atentado, a polícia evita divulgar detalhes no momento, para não atrapalhar a investigação.


Entre os itens apreendidos, estão três coletes balísticos, dezenas de miguelitos (ferros retorcidos utilizados para furar pneus de veículos) e sete placas balísticas de cerâmica. Esses materiais despertaram a atenção da polícia. 


"As placas balísticas de cerâmica são capazes de resistir a vários disparos de diferentes tipos de armamentos. Muitos desses materiais apreendidos estava bem escondidos na casa. Tinha material dentro do sofá e inclusive dentro da parede, atrás de um revestimento de madeira", explica a delegada Ana Flávia Leite, que coordenou a operação. 


Para prender os suspeitos e apreender os materiais, os policiais realizaram monitoramento dos locais. Segundo a polícia, foi possível identificar os dois indivíduos suspeitos e apontar qual seria a função deles nesse esquema criminoso. Após os mandados de busca e apreensão serem concedidos pela Justiça, a operação foi desencadeada nessa terça.


Os policiais prenderam dois investigados em flagrante. Além dos coletes, placas e miguelitos, foram apreendidos um revólver com numeração raspada, uma espingarda, três carregadores do tipo caracol, com capacidade de 50 munições, três carregadores de fuzil, três carregadores de pistola, munições de calibre 12, calibre .38 e de fuzil,, 500 gramas de crack, cadernos de anotações do tráfico e anotações de empréstimo de armas. 


Um dos presos tem 25 anos e foi encontrado no local de armazenamento de drogas. Segundo a polícia, ele possui antecedentes por tráfico de drogas e organização criminosa. O outro indivíduo tem 41 anos e, conforme a investigação, foi identificado como o responsável por armazenar e gerenciar as armas da facção. Ele também tem passagens por tráfico de drogas.


"Conseguimos identificar que esse indivíduo de 41 anos coordenava uma espécie de empréstimo de armas fogo, de outras armas que estão sendo alugadas a membros do grupo criminoso. O armazenamento das armas ocorria na casa dele", diz a delegada Ana Flávia.


 Os dois presos foram conduzidos à Delegacia de Polícia e, após, encaminhados ao sistema prisional. Segundo a delegada, o trabalho integra a estratégia da Polícia Civil de intensificar as ações e investigações contra o tráfico de entorpecentes e as organizações criminosas. A investigação seguirá com o objetivo de  identificar e responsabilizar outros membros do mesmo grupo criminoso. 


Fonte: GZH

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page