top of page
Buscar

Dupla gaúcha carimba título de duplas do São Léo Open


Imagem: Cleon Medeiros.

Os gaúchos Orlando Luz e Marcelo Demoliner foram os primeiros campeões do São Léo Open 2024. Durante esta sábado (30), os atletas - que jogaram o seu segundo torneio juntos –, entraram em quadra com o objetivo de conquistar o primeiro título juntos, e deram um show para o público, batendo a dupla Liam Draxl (CAN) e Alexander Weis (ITA), no tie-break, e levando para casa o troféu da competição.


"Foi muito bacana essa semana aqui. Tudo deu certo... Esse é o nosso segundo torneio juntos e queria agradecer todo mundo que fez parte desse grande evento aqui em São Leopoldo. Esse clube me traz muitas boas memórias, desde pequeno. Quando soube que teria a competição aqui fiz questão de participar, ainda mais com essa energia pra gente que é brasileiro, pois tem poucos torneios no Brasil. É gratificante, arrepia mesmo jogar com todo mundo aqui vibrando com a gente", comemorou Marcelo Demoliner.


Orlandinho Luz, que acabou caindo nas quartas de final de simples para o paraguaio Vallejo, se emocionou com a conquista nas duplas. "Não sei quanto tempo eu vinha sem um título, fazendo umas sete ou oito finais e sempre batendo na trave. Hoje, no último saque ,veio muita coisa na minha cabeça, mas fiquei muito feliz que conseguimos. Na semana passada fizemos tudo certo na outra competição e não deu certo, perdemos. Feliz por ter dado a volta por cima e sair com o título aqui é muito gratificante", falou emocionado.


Neste domingo (31), o São Léo Open define também o seu campeão de simples, em partida que se inicia às 13h30, na quadra central. O duelo será entre duas surpresas: o francês Enzo Couacaud e o paraguaio Daniel Vallejo. Esse será o único jogo do dia e terá entrada gratuita.


Para conquistar a vaga na decisão, Enzo superou o cabeça de chave 1 do torneio e atual campeão, o peruano Juan Pablo Varillas, por dois sets a um - 2/6, 6/4 e 7/6(2). Já Vallejo não teve dificuldades para bater o brasileiro Felipe Meligeni - 6/4, 3/6 e 6/0, e avançar na busca pelo título. Exausto, Meligeni havia entrado em quadra no primeiro jogo do dia, ainda na rodada de quartas de final, quando superou o compatriota Matheus Pucinelli em uma batalha difícil e definida após mais de 3 horas.


Além dos jogos, o sábado teve grande presença do público que teve a oportunidade de aproveitar muitas atividades culturais fora de quadra. Destaque para o show de encerramento do dia, comandado pela banda Vera Loca, que abrilhantou ainda mais o evento.


O Circuito Banco BRB/ENGIE de tênis profissional - São Léo Open tem o patrocínio Master da Stihl, além do copatrocínio de Unique, Higra e Superlegal através da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte do Governo Federal. A realização é da Associação Leopoldense de Esporte e Cultura (ALEC) e a promoção da Quadra Eventos. O apoio principal é da Prefeitura Municipal de São Leopoldo, além dos apoios já confirmados de Sebratel, Unimed VS, Cervejaria Mater, Sesc, Le Contour Clínica, Hyper, Br Supply Suprimentos Corporativos, STV, Love Festas, No Pátio Livraria, Água da Pedra, Intral, Choperia Heinz Beer, Haas Contâiners, Print Art, Novatta Imóveis, Fronteira Sul Carnes, DKS Digital, contando com a supervisão da Confederação Brasileira de Tênis e da Federação Gaúcha de Tênis.


A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio do Banco BRB - Patrocinador Máster do Tênis do Brasil – e da ENGIE Brasil Energia. Copatrocínios de Wilson, W A Sport, Kallas Mídia OOH, Unicesumar, Playpiso e Maniacs Roupas Esportivas. Apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).


Fonte: One Comunicação

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page