Em almoço na ACIST-SL, Ary Vanazzi apresenta os projetos para o desenvolvimento municipal até 2024


Foto: jornalista Elizabeth Renz/ACIST-SL

SÃO LEOPOLDO: a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo reuniu empresários e profissionais da imprensa nesta quinta-feira, dia 24, para ouvir do prefeito Ary Vanazzi os principais projetos da Prefeitura Municipal para o desenvolvimento da cidade. O presidente da entidade, Felipe Feldmann, ressaltou que é uma tradição que a primeira pauta do Momento do Empreendedor seja com o chefe do Executivo municipal. “Acreditamos no diálogo como ferramenta de construção de soluções, e esta é uma oportunidade para debatermos os projetos que impactam na nossa comunidade”, ressaltou. Ele acrescenta que um município forte não se constrói sozinho, sendo necessária a cooperação entre todos os agentes de desenvolvimento. “Queremos aqui criar este ambiente de cooperação, estimulando e oportunizando a participação da comunidade empresarial”, pontou. Ele lembrou a experiência de sucesso no trabalho colaborativo com o poder público municipal junto à Governança do Tecnosinos. Relação da qual, mais recentemente, também nasceu um programa de qualificação profissional voltado ao mercado de tecnologia, o 3 Mil Talentos TI. “Não podemos esquecer do importante projeto, que é a comemoração do Bicentenário da Imigração Alemã em 2024”.


Ary Vanazzi apresentou uma síntese das principais questões que estão sendo tratadas na atual gestão. Em paralelo às ações de combate aos impactos da pandemia por Coronavírus, o poder público vem atuando em projetos que visam o Bicentenário de São Leopoldo, conforme lembrou Feldmann. Ele informou que, para o próximo período, estão programados mais de R$ 120 milhões em investimentos que serão aplicados na construção do Centro de Especialidades em Saúde Bicentenário, para desafogar o Hospital Centenário e as UPAS; na revitalização da Rua Independência e do Centro Histórico; em obras de infraestrutura, na modernização da gestão pública e na construção da nova sede da Segurança Pública.


Para o Desenvolvimento Econômico, Vanazzi elencou que estão sendo realizados esforços para a viabilização da expansão do Parque Tecnológico São Leopoldo junto ao Horto Florestal, assim como o apoio para o fortalecimento de projetos para a formação de profissionais capacitados para atender os segmentos de Tecnologia de Informação, Construção Civil e Metal Mecânica. Eles serão executados em parceria com as entidades empresariais e sindicatos de trabalhadores, com o apoio do SENAC São Leopoldo, como o Programa 3 Mil Talentos TI.


A agilização e a desburocratização na abertura de novas empresas e a regularização das já existentes – demanda antiga dos empreendedores – deverão receber investimentos em torno de R$ 10 milhões para renovação de todo o sistema, que será integralmente digitalizado. “Estamos muito defasados e é urgente a modernização dos processos neste segmento”, disse.


Revitalização Rua Independência

Um dos temas mais destacados no Momento do Empreendedor, foi o projeto de revitalização da Rua Independência. Vanazzi reconhece o definhamento do local e do seu entorno e que, para tornar a região um espaço moderno e valorizado, serão necessários investimentos na ordem de R$ 30 milhões, que já estão contratados junto à Caixa Econômica Federal. As obras devem iniciar em outubro deste ano, com previsão de término para junho de 2024 – mês do bicentenário. “Precisaremos de todo o apoio da comunidade e dos empresários para que as obras tenham o andamento necessário”, disse. Sobre o pedido das entidades empresariais para acompanhar o projeto, Vanazzi disse será debatido com a comunidade, mas não informou quando ocorrerá. Ele adiantou que as linhas de energia e de comunicação serão subterrâneas e os geradores serão externos. “Estudamos o exemplo de várias cidades, como Gramado, por exemplo, para definirmos o formato”.


Felipe Feldmann reiterou que a ACIST-SL, assim como demais entidades, se colocam à disposição para acompanhar o desenvolvimento das obras e na construção do projeto arquitetônico e paisagístico, contribuindo com sugestões e melhorias. Com a participação de todos os envolvidos, gargalos futuros podem ser evitados".


Saúde, Segurança e Educação – Vanazzi também comunicou os projetos que estão sendo implantados para a melhoria da cobertura da Atenção Básica de Saúde – com aumento de 35% para 70% até 2024 e a implantação de 15 novos serviços de Saúde. Universalizar o acesso à Educação Infantil, investir no Programa de Cultura Digital nas escolas, com aquisição de chromebooks e lousas digitais e oferecer atividades de contraturno para as crianças são algumas das iniciativas na área da Educação.


A Segurança Pública, por sua vez, será fortalecida com um novo sistema de Gestão que ampliará a atuação da Guarda Civil Municipal, com a digitalização dos serviços e dos atendimentos.


Dados municipais apresentados:

• São Leopoldo liderou o aumento de retorno do ICMS para 2021 com o melhor percentual entre as 20 maiores economia do Estado

• Abertura de novas empresas cresceu 25% em 2021

• São Leopoldo está entre os 10 municípios com maior abertura de novos empreendimentos no RS

• São Leopoldo evoluiu de 10ª para a 6ª economia do RS


Participaram do Momento do Empreendedor, Ayton Martins Junior, Delegado da DRACO; Luis Francisco Calgarotto, ex-presidente de ACIST-SL gestão 2010-2011; Nelson Spolaor, secretário de Gestão e Governo; Renê Engroff, presidente da OAB Secional São Leopoldo; Rogério Daniel da Silva, presidente do CONSEPRO; Lianamar da Silveira Rosa, diretora do SENAC; Marco Aurelio Zang, representando o Consórcio Operacional Leopoldense; Ingrid Marxen, diretora Institucional do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo; Madeleine Hilbk, conselheira da Federasul, dentre outros. O evento contou com o patrocínio das empresas Sicredi Pioneira, Stihl, SKA, Datwyler, Frontec, Colégio Sinodal e Vila Rica Imóveis.


Colaboração da jornalista Elizabeth Renz da assessoria de imprensa da ACIST-SL

0 comentário