top of page
Buscar

Em Santa Cruz, Inter vence a primeira fora de casa no Gauchão


Imagem: Ricardo Duarte/ SC Internacional.

O "Inter do Beira-Rio", em sua primeira participação no Interior, conquistou a primeira vitória da equipe no Estadual. Sem fazer muita força, os titulares de Eduardo Coudet aplicaram 2 a 0 no Santa Cruz, gols de Bruno Henrique e Valencia, e terminará a sexta rodada na vice-liderança do Gauchão, a dois pontos do Grêmio. O time criou o suficiente para golear o lanterna, mas perdeu muitas oportunidades.


Os titulares do Inter, desta vez, tinham Lucca. A boa atuação contra o Caxias lhe premiou como dupla de Valencia desde o início. Alan Patrick foi recuado para uma linha com Wanderson e Bruno Henrique, e Aránguiz de primeiro volante. Na zaga, Robert Renan e Mercado. No Santa Cruz, o estreante Iarley apostou na experiência de Marcio Jonatan para começar o jogo, com Hugo Almeida, Pablo Bueno e Netto de quarteto ofensivo.


O jogo começou em alta velocidade, contrastando com as partidas anteriores. O Santa Cruz investiu duas vezes pela esquerda, ambas com Pablo Bueno. Mas aos 11 minutos, o Inter foi letal. Robert Renan foi inteligente, iniciando o lance no campo de defesa e aparecendo para receber na frente. O zagueiro viu o espaço, avançou, conduziu e deu a bola no tempo certo para Bruno Henrique, que entrava sozinho na área. O camisa 8 bateu forte e superou Marcelo Pitol, que viu a bola passar por baixo de seu corpo: 1 a 0.


Aos 14, os colorados estiveram perto de ampliar. Wanderson pegou a bola pela esquerda, driblou Márcio Jonatan e bateu. Pitol defendeu. Aos 20, a trave salvou o Santa Cruz. Em ataque pela esquerda, Valencia ajeitou para Alan Patrick, que chutou no canto, no poste.


Só o Inter atacava. Bruno Henrique chegou a fazer o segundo, mas o lance estava anulado por impedimento de Lucca. Aos 25, Valencia recebeu de Alan Patrick na área, encheu o pé, mas isolou.


Aos 38, pela enésima vez, o Inter entrou na frente do goleiro, passe de Bruno Henrique para Valencia. Pitol defendeu a conclusão do equatoriano, que estava sozinho. A dupla voltou a aparecer aos 40. Bruno Henrique lançou Valencia, em velocidade, por trás da defesa. O centroavante ganhou de Pitol na corrida e só não entrou com bola e tudo porque Jorge Benjor já explicou: 2 a 0.


Mesmo com a vantagem já confortável, Coudet manteve o time para o segundo tempo. O Santa Cruz começou mais acelerado. Antes do segundo minuto, David recebeu na intermediária e chutou forte, raspando a trave. Aos seis, Pablo Bueno avançou pela direita e cruzou para Rafael Mineiro, que tentou de letra, na rede pelo lado de fora.


O primeiro ataque do Inter foi de Wanderson. E que jogada. Ele arrancou pela esquerda, fez fila, entrou na área, mas concluiu mal, para fora. Valencia, aos 12, foi lançado novamente nas costas da defesa. Ele ganhou na corrida e tentou encobrir Pitol, mas a bola foi para fora. Alan Patrick levou cartão amarelo aos 16 minutos. Foi seu terceiro, está fora do jogo contra o São José.


Aos 22, Coudet mexeu no time. De Pena e Alario entraram nas vagas de Bruno Henrique e Lucca. O centroavante participou de uma ação ofensiva em sua primeira jogada. Ele escorou de cabeça um lançamento e deixou Valencia na cara do gol. O centroavante chutou de esquerda, para fora.


Coudet fez mais trocas aos 33. Saíram Valencia e Alan Patrick, entraram Rômulo e Luiz Adriano. De Pena e Alario combinaram em cobrança de falta, mas o argentino, sozinho, perdeu uma chance clara, de cabeça.


O ritmo da partida caiu bastante nos minutos finais. O Santa Cruz, por falta de força, não ameaçou. O Inter, por administração, apenas segurou o resultado sem sustos. A primeira vitória fora de casa veio com a estreia dos titulares longe do Beira-Rio. No final de semana, mais precisamente no domingo de Carnaval, visita o São José. Desta vez, com reservas.


Fonte: GZH

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page