top of page
Buscar

ENCHENTES: inconsistências em listas de desaparecidos motivam polícia a buscar contato com famílias


Imagem: Diego Vara/ Reuters.

O número de pessoas desaparecidas após as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul durante a passagem de um ciclone extratropical chega a 46, de acordo com a Defesa Civil estadual, mas pode haver mais. Por esse motivo, a Polícia Civil começou, nesta segunda-feira (11), uma operação nas sete cidades mais atingidas do RS. São elas:


  • Muçum;

  • Encantado;

  • Roca Sales;

  • Arroio do Meio;

  • Lajeado;

  • Cruzeiro do Sul;

  • Estrela.


O delegado Fernando Sodré, chefe da Polícia Civil do estado, afirma que as listas de pessoas desaparecidas, que partem das Defesas Civis municipais ou da Defesa Civil estadual, não coincidem.


Para garantir que o número seja o mais preciso possível, equipes da Polícia Civil vão a esses lugares ter contato direto com familiares. Os dados obtidos devem ajudar no trabalho de identificação dessas pessoas que estão desaparecidas, e essas informações podem auxiliar na procura por elas.


"Queremos trazer clareza e alívio para familiares. Estamos à frente na busca pela precisão dos números de desaparecidos, mas também estamos trabalhando em estreita colaboração com outras instituições. Vamos compartilhar nossos números para que todos possam acessar as informações necessárias”, explica Sodré.


Junto com o Instituto-Geral de Perícias (IGP), também vai começar o processo de coleta de DNA para facilitar a identificação de possíveis vítimas.


São, no total, 118 policiais civis divididos em 10 equipes nessa operação.


Fonte: g1

0 comentário
WhatsApp Image 2024-02-26 at 16.17.18.jpeg
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page