top of page
Buscar

Famílias começam a sair de casa em Pelotas após aumento no nível da Lagoa dos Patos

Com o aumento do nível da Lagoa dos Patos, mais de 50 famílias já foram retiradas de suas casas em Pelotas, no sul do Estado. A ação conta com o apoio do Exército, Prefeitura e Defesa Civil. As situações mais críticas neste momento são na colônia de pescadores Z3 e no Pontal da Barra.


A maioria das famílias foi deslocada para a casa de amigos ou parentes. Outros foram encaminhados para um abrigo instalado no salão paroquial da comunidade. No momento, a Secretaria de Assistência Social (SAS) de Pelotas solicita doações de gêneros alimentícios não perecíveis para as famílias que estão nos abrigos. Tanto a SAS (Marechal Deodoro, 404) e a Prefeitura (praça Coronel Pedro Osório, 101) servem como pontos de coleta neste fim de semana.


A Z3 e o Pontal da Barra são áreas da Praia do Laranjal, na Lagoa dos Patos, que costumam registrar muitos alagamentos. As duas comunidades foram muito atingidas pelas águas nas chuvas de setembro do ano passado. Neste ano, o trabalho para ajudar as famílias iniciou de forma preventiva, antes da água chegar às residências. Salas de crise foram montadas na região da Colônia Z3 e 40 soldados do Exército estão a disposição na comunidade.


O Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep), além da manutenção e recomposição dos diques do município, está construindo barreiras de contenção com material ensacado, na região do Quadrado e nas Doquinhas, na região do Porto. A iniciativa visa dificultar o avanço das águas do canal São Gonçalo nas áreas mais baixas, na tentativa de impedir que avancem até as localidades habitadas.


Fonte: GZH

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page