top of page
Buscar

Operação contra golpe dos nudes prende 11 em São Francisco de Paula, Campo Bom e Guaíba


A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (10) a Operação Sextorsion, com o intuito de combater crimes de extorsão e estelionato na Serra, Vale do Sinos e Região Metropolitana. A ofensiva é fruto de uma investigação sobre crimes cometidos na modalidade chamada de "golpe dos nudes", praticados por integrantes de facções de dentro do sistema prisional. As diligências ocorreram nas cidades de São Francisco de Paula, Campo Bom e Guaíba, resultando em 11 pessoas presas.


A ação contou com a participação de 16 policiais civis. Sete mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de São Francisco de Paula. Ainda no município da Serra gaúcha, três prisões preventivas foram decretadas a apenados do Presídio Estadual. Em Campo Bom, foram cumpridos um mandado de prisão preventiva e um de busca. Um mandado de busca e apreensão também foi cumprido em Guaíba.


A investigação foi iniciada há cerca de dois anos, na Delegacia de Polícia de São Francisco de Paula. Foi identificado um esquema de golpes praticados por homens e mulheres, sendo grande parte apenados no sistema prisional, que lesou diversas vítimas, através de delitos conhecidos como "golpe dos nudes". As vítimas atraídas eram geralmente idosas.


O golpe consiste, inicialmente, em um contato dos criminosos com uma possível vítima, por rede social ou pelo aplicativo WhatsApp. Nesse primeiro momento, uma suposta jovem bonita instiga a vítima a trocar mensagens de cunho sexual e fotos íntimas. Na sequência, outra pessoa se apresenta como pai da jovem, dizendo que a filha é menor de idade e que a vítima cometeu pedofilia. O suposto pai então exige depósitos em dinheiro da vítima, ameaçando denunciá-la.


Na maioria das vezes, após o recebimento de valores, o extorsionário continua a exigir dinheiro, dizendo que haverá a necessidade de submeter a filha a tratamento psicológico. Em um dos casos investigados pela Polícia Civil, o suposto pai exigia dinheiro para o enterro da adolescente que teria praticado suicídio por causa dos danos psicológicos.


No golpe dos nudes, também costuma haver uma quarta pessoa envolvida, que se apresenta como policial, muitas vezes com fotos e nomes reais retirados das redes sociais. Este afirma que será registrada uma ocorrência e que será expedido mandado de prisão contra a vítima, ao menos que ela continue a depositar dinheiro aos golpistas.


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page