top of page
Buscar

Operação policial localiza depósito de drogas e armas de facção criminosa em Sapucaia do Sul


Imagem: divulgação/ Polícia Civil.

Após dois meses de investigação, a Polícia Civil localizou na madrugada desta sexta-feira (11), em Sapucaia do Sul, um esconderijo onde uma facção criminosa armazenava armas, drogas, camisetas da Polícia Civil e equipamentos para fracionamento de entorpecentes.


Na casa investigada, agentes da 1ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico (Din), do Departamento Estadual de Investigações sobre Narcotráfico (Denarc), encontraram 3 kg de maconha; 500g de cocaína fracionada, uma espingarda calibre 12 automática turquesa e uma pistola calibre 9 milímetros.


Durante a operação, que contou com apoio da Brigada Militar, um homem de 21 anos foi preso em flagrante com diversos pinos de cocaína. No local, os policiais localizaram uma prensa hidráulica, uma balança de precisão, insumos e maquinários para mistura de drogas e três camisetas da Polícia Civil.


“Provavelmente as camisetas são utilizadas para promover ataques a facções rivais ou dar golpes, ou seja, qualquer finalidade para se passar por autoridade para ganhar dinheiro ilícito”, afirmou o delegado Guilherme Dill.


Segundo ele, o objetivo da operação é descapitalizar o crime organizado. A investigação prossegue para identificar e responsabilizar criminalmente os demais membros da facção criminosa, que tem base no Vale do Sinos.


O preso de 21 anos e sem antecedentes criminais foi conduzido ao sistema carcerário. “Ele vai responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico, posse de maquinário e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito”, destacou Dill.


Conforme o delegado, a guerra de facções criminosas e os lucros do tráfico estavam aparelhados com roupas da Polícia Civil e armas automáticas. “Para aumentar os lucros e investir em veículos e imóveis, o grupo comercializa drogas, compra em grandes quantias de outros estados e mistura com outras substâncias com a utilização de prensas para embalar os tijolos e efetuar a revenda para traficantes locais”, pontuou


Fonte: Correio do Povo

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page