top of page
Buscar

Polícia descobre que roubos de veículos durante feriadão de 12 de outubro em NH foram forjados


Imagem: reprodução/ Internet.

A 3ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo descobriu que três roubos de veículos ocorridos recentemente na cidade foram forjados. Conforme a investigação, as pessoas envolvidas na fraude pretendiam aplicar o "Golpe do Seguro" para obter indenizações das seguradoras. Dois dos falsos roubos teriam acontecido no bairro Canudos e o terceiro no bairro Roselândia.


Conforme o delegado Alexandre Quintão, a primeira falsa ocorrência identificada foi registrada por uma mulher que disse que seu carro foi levado no último domingo (15). Ela chegou a dizer que estava abalada, que estava tomando remédios depois do trauma sofrido.


Durante a investigação, os policiais descobriram que nenhum carro havia saído da casa naquele dia. Por meio de imagens de câmeras de segurança, a polícia apurou que o carro foi levado na última sexta-feira (13), por dois homens em uma motocicleta vermelha. Em depoimento, a mulher confessou que registrou uma ocorrência falsa para receber o seguro.


Um segundo roubo foi registrado como se tivesse ocorrido na Estrada Santuário das Mães, mas da mesma forma foi comprovado que o carro não estava lá e o motorista confessou o crime. Ele alegou que o veículo estava com um grave problema no motor.


Já um roubo, que aconteceu antes desses dois, em 12 de outubro, foi descoberto a partir das coincidências com os falsos registros. Conforme a ocorrência, o crime teria sido cometido por dois homens em uma moto vermelha, mesma descrição das outras falsas vítimas. Ele também confessou ao ser confrontado na Delegacia de Polícia.


A Polícia Civil segue apurando se outros casos não aconteceram e tenta identificar os demais envolvidos.


"Tais crimes trazem enormes prejuízos ao trabalho das polícias, às seguradoras e ao próprio cidadão em geral que tem que pagar ainda mais caro pelo seguro de seu veículo, inflacionado por atitudes como esta, que impactam também nos indicadores criminais da cidade e do Estado", conclui o delegado.


Os investigados podem responder por estelionato, organização criminosa e falsa comunicação de ocorrência.


Fonte: GZH

0 comentário

Commentaires


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page