top of page
Buscar

Taxa ambiental para entrar em Bombinhas aumenta, e turista pode desembolsar até R$ 183


Imagem: divulgação/ Prefeitura de Bombinhas.

Está mais caro visitar Bombinhas, no Litoral Norte de Santa Catarina. Desde o dia 1º de janeiro está em vigor a nova Taxa de Preservação Ambiental (TPA), cujo valores variam entre R$ 4,50 e R$ 183, conforme o veículo que deseja acessar a cidade.


Os novos valores para pagamento da TPA foram estipulados por Lei Municipal, que determina as tarifas conforme o tipo de veículo. Assim, os valores a serem pagos são: R$ 4,50 para motocicletas, motonetas e bicicletas a motor; R$ 36,50 para veículos de pequeno porte; R$ 54,50 para veículos utilitários; R$ 73,00 para vans e micro-ônibus; R$ 109,50 para caminhões; e R$ 183,00 para ônibus.


De acordo com a prefeitura do município, a taxa é uma forma de arrecadar recursos para "minimizar os impactos ao meio ambiente causados durante a alta temporada.” No último relatório de balneabilidade divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, três dos noves pontos avaliados em Bombinhas estavam impróprios para banho.


A TPA é cobrada no período entre 15 de novembro e 15 de abril, época em que a cidade litorânea costuma receber mais turistas.


Ao entrarem Bombinhas, um equipamento da prefeitura – semelhante ao radar de trânsito – registra a placa e o modelo do veículo do turista. A partir disso, há um prazo de 30 dias para efetuar o pagamento da taxa, que pode ser feito através do site da prefeitura ou por aplicativo. Também há totens de autoatendimento espalhados pelas ruas da cidade, como outra opção de pagamento.


Em caso de dúvidas sobre a Taxa de Preservação Ambiental, quem visitar Bombinhas pode entrar em contato com Secretaria de Finanças, que disponibiliza os números (47) 3393-9593 ou (47) 3393-9565 para atendimento. Também há possibilidade de contato via WhatsApp, pelo número (47)3393-9500.


Fonte: GZH

0 comentário

Comments


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page