top of page
Buscar

URGENTE: São Leopoldo decreta situação de calamidade pública


Imagem: Thales Ferreira/ PMSL.

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, decretou situação de calamidade pública no Município na manhã desta sexta-feira (16). A cidade foi muito castigada em função do ciclone extratropical que atingiu a região. Os efeitos do ciclone extratropical que atingiu as regiões do Litoral Norte, Serra e Leste do Rio Grande do Sul trouxeram efeitos devastadores para a cidade. Entre o meio da desta quinta-feira (15) e madrugada desta sexta choveu o histórico volume de mais de 246mm, nunca antes registrado causando colapso no sistema de drenagem que não suportou o volume de chuva.


Entre outras disposições, o decreto determina a criação de um comitê emergencial composto por representantes do gabinete do prefeito, das secretarias municipais Geral de Governo (SGG); da Administração (Semad); da Fazenda (Semfaz); da Assistência Social (SAS), de Segurança Pública e Defesa Comunitária (Semusp); de Obras e Viação (Semov), de Mobilidade e Serviços Urbanos (Semurb), das subprefeituras da Zona Leste (Seleste) e Norte (Senorte); da Superintendência da Defesa Civil, e do Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae).


Todas as demandas de busca e salvamento devem ser encaminhadas aos telefones que estão em operação no Comitê Emergencial através dos telefones (51) 99117-8291, (51) 98924-7852 e 193.


Vanazzi classificou a situação como sem precedentes na história de São Leopoldo e determinou que todas as equipes se mantenham em alerta para atender a população. “Tivemos um cenário dramático em toda a região. Foi muita chuva e nenhum sistema de drenagem no mundo seria capaz de dar conta desse volume de água. Lamentamos muito e somos extremamente solidários para atender nosso povo da melhor forma possível”, disse.

Atendimentos


O Ginásio Municipal Celso Morbach está recebendo as pessoas que ficaram desalojadas e lá recebem toda assistência necessária. É realizada uma triagem e acolhimento. Se é verificada alguma anormalidade um atendimento médico é realizado no Ônibus da Saúde e são disponibilizados medicamentos através da Farmácia Móvel. Quem está com roupas molhadas recebe agasalhos e há espaço para os animais de estimação.


Algumas pessoas desabrigadas estão sendo encaminhadas para a Associação Meninos e Meninas de Progresso (Ammep); Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Chico Xavier e para o Centro de Espiritualidade Padre Arturo (Cepa). Esses locais possuem uma estrutura mais adequada, inclusive com cozinhas para fornecer alimentação quente.


Pessoas interessadas em fazer doações podem se dirigir ao Ginásio Municipal. Estão sendo priorizados alimentos prontos como bolachas, frutas, leite, achocolatados prontos e agasalhos. Também estão sendo recebidas rações para os animais. No local também pode se fazer um cadastro para que quiser se voluntariar e ajudar no auxílio à população.


Fonte: PMSL

0 comentário

Commentaires


Grupo Star superior.png
Caixinha de perguntas Start.png
bottom of page